Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Coreia do Sul e China vencem Olimpíada Internacional de Matemática no Rio

O Brasil terminou a competição em 37ª lugar, com duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas

Folha de São Paulo
São Paulo
22/07/2017 às 16H00

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A equipe da Coreia do Sul venceu a 58ª edição da IMO (Olimpíada Internacional de Matemática), que reuniu 112 países no Rio de Janeiro e pela primeira vez foi realizada no Brasil, país que terminou a competição em 37ª lugar, com duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas. As informações são da Agência Brasil.

O segundo lugar, por equipe, ficou com a China e o terceiro com o Vietnã. A premiação dos vencedores da 58ª IMO acontecerá ainda na tarde deste sábado (22), no Hotel Windsor Barra, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade.

Campeã da última edição da competição, a equipe dos Estados Unidos ficou na quarta colocação este ano, seguida da Irlanda do Norte e do Japão. A IMO 2017 foi organizada pelo Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) e realizada em conjunto com o ICM (Congresso Internacional de Matemática) 2018, como parte do Biênio da Matemática Brasil 2017/2018.

Mais antiga e prestigiada competição de nível médio do mundo, a Olimpíada Internacional de Matemática é realizada anualmente e nesta edição contou com uma participação recorde de 623 estudantes de 112 países de cinco continentes.

Cada equipe era composta por, no máximo, seis participantes que, entre os dias 17 e 21 se empenharam em resolver os mais desafiadores problemas matemáticos, mantendo uma tradição que teve início em 1959, na Romênia, então com apenas seis países participantes.

VENCEDORES

A equipe da Coreia do Sul venceu a IMO 2017 com todos os seus seis atletas conquistando seis medalhas, todas de ouro. Segunda colocada, a equipe da China conquistou cinco medalhas de ouro e uma de prata; enquanto a equipe do Vietnã fechou em terceiro lugar com quatro ouros, uma prata e um bronze.

Já os seis brasileiros selecionados pelo Impa e pela Sociedade Brasileira de Matemática para participar desta edição conquistaram duas medalhas de prata (João César Campos Vargas e Davi Cavalcanti Sena), uma de bronze (George Lucas Diniz Alencar) e três menções honrosas (Bruno Brasil Meinhart, Pedro Henrique Sacramento de Oliveira e André Yuji Hisatsuga).

Ao conquistar uma medalha de prata e totalizar 21 pontos, o brasileiro João César Campos Vargas foi o melhor colocado entre os atletas do país, ficando na 82ª colocação no individual. No ano passado, o Brasil teve a sua melhor colocação, ao terminar a competição em 15ª lugar por equipe.

FILHO DE ASSAD

A delegação da equipe Síria terminou a competição na 56ª colocação entre os 112 participantes, aí incluída Angola que esteve pela primeira vez no evento e participou apenas como observadora. Principal destaque da equipe, por ser filho do ditador Bashar al-Assad, presidente do país, o jovem Hafez al-Assad terminou a competição em 528º lugar no individual, ficando com uma menção honrosa.

No Rio, Hafez al-Assad aproveitou também para fazer turismo e conhecer a cidade. Esteve no Corcovado e no Pão de Açúcar -dois dos principais cartões postais da cidade-, no Maracanã, no Boulevard Olímpico e na Lagoa Rodrigo de Freitas. Nesta sexta (21), dia de descanso, jogou bola e mergulhou nas águas da praia da Barra.

A 59ª edição da Olimpíada Internacional de Matemática será realizada na Romênia, de 3 a 14 de julho de 2018.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade