Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Convenções partidárias para eleições de Florianópolis começam nesta quinta

Primeira reunião é do PSB. Confira o calendário político

Daiana Constantino
Florianópolis

Com o prazo aberto pela Justiça Eleitoral desde essa quarta-feira (21), boa parte dos partidos de Florianópolis já tem data para realizar as convenções que definirão os candidatos a prefeito, vice e vereadores. A formalização das candidaturas deve ser feita até o dia 5 de agosto para que os escolhidos disputem a eleição no dia 2 de outubro. Na edição do fim de semana, o ND apresentou o conceito dos principais candidatos à Prefeitura de Florianópolis.

Passado o prazo das convenções, os partidos devem registrar os candidatos nos cartórios eleitorais até as 19h, do dia 15 de agosto.

Exceção ao PSB, que se reunirá hoje, as legendas optaram por realizar as convenções pouco antes de encerrar o tempo estabelecido por lei. Isso porque as siglas estão em processo de costura das alianças. Mas, o eleitorado já pôde conhecer quem são os pré-candidatos da disputa, sem que a apresentação dos nomes fosse configurada campanha antecipada, sob risco de punições.

No processo de articulações, também há possibilidade de partidos abrirem mão de candidaturas para apoiar composições com nomes de outras siglas que lançarão candidatos a prefeito e vice. Uma das incertezas é quanto ao nome de Rodolfo Pinto da Luz, pré-candidato pelo PSD. Nos bastidores, há rumores de que o partido apóie a candidatura da ex-prefeita Angela Amin (PP).

No campo dos apoios, o PMDB mostra ter o maior número de partidos reunidos para construção da majoritária. Ao pré-candidato Gean Loureiro, já estaria formalizado apoio de 11 legendas, entre elas DEM, PDT e PRB. Também há possibilidade de o PSDB, do deputado Marcos Vieira, compor e oferecer nome para o cargo de vice ao lado do peemededebista.

Ao mesmo tempo, o PSDB mantém diálogo com o PSD e o PP. Já o PSOL se encaminha para oficializar aliança com PV e Rede. O PT faz articulações com PDT, PCdoB, PSOL, PCB, siglas que não apoiaram o impeachment da presidente Dilma. O PSB estaria bem afinado com PSL, Pros, PPS, PTC, PMB. E o PCdoB veta conversas apenas com PMDB e PSDB.

Até o fechamento desta edição, a reportagem não conseguiu confirmar a data dos eventos dos partidos PCB, PEN, PHS, PMB, PMN, PPL, PPS, PROS, PRTB, PSC, PTB, PTN e Rede.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade