Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

Concessionária realiza simulação de acidente com produto químico na BR-101 em Garuva

Apesar da operação, o trânsito na região não será interrompido

Redação ND
Florianópolis
14/06/2017 às 09H25

Os motoristas que trafegarem pela BR-101 no km, 1,3 em Garuva, no Norte de Santa Catarina, devem ficar atentos a uma operação que será promovida às margens da rodovia, a partir das 14h. A Autopista Litoral Sul com apoio da Defesa Civil do Estado, farão uma simulação de um acidente com produto perigoso. A cena será a de um carro de passeio que colide com uma carreta carregada com peróxido de hidrogênio (água oxigenada), considerada produto perigoso. Com o choque, o peróxido  reage e inicia um processo de combustão, colocando em risco a segurança das pessoas, do trânsito e do meio ambiente na região. Apesar da operação, não haverá nenhuma interrupção no trânsito do local, já que a simulação acontece no espaço atrás da praça de pedágio. 

Simulação será feita pela Autopista Litoral Sul em parceria com a Defesa Civil - Divulgação/ND
Simulação será feita pela Autopista Litoral Sul em parceria com a Defesa Civil - Divulgação/ND



Somente pela região onde o simulado será realizado, circulam todos os dias cerca de 9 mil caminhões, muitos deles carregados com produtos perigosos como etanol, gasolina, ácido sulfúrico, gás liquefeito de petróleo e o próprio peróxido de hidrogênio, que é um produto utilizado em diversas áreas como medicina, indústria têxtil e em produtos de limpeza.

Na dinâmica programada para o atendimento ao acidente, o primeiro veículo a chegar no local será a viatura de inspeção da concessionária. O inspetor irá sinalizar o local, isolar a área e informar o CCO (Centro de Controle Operacional) sobre a necessidade de apoio especializado. A partir disso, o CCO irá acionar equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Fatma, Concessionária e demais órgãos de suporte a emergências.

Em seguida, com a chegada da equipe da Defesa Civil, um drone com tecnologia para identificar o produto perigoso a partir dos gases emitidos será utilizado no simulado. Com a correta identificação, os bombeiros podem iniciar a abordagem segura para controlar a reação do produto. Com a situação controlada, a Autopista Litoral Sul também providencia o acionamento de equipes especializadas para transbordo da carga, limpeza do local e liberação do trânsito.

Após o simulado, as equipes se reúnem para avaliar os procedimentos utilizados nos atendimentos e a interação das diversas equipes dentro do Plano de Acionamento de Emergências.

 

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade