Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Com honras militares, políticos e amigos se despedem de Aldo Schneider em Ibirama

Corpo do presidente da Alesc foi cremado em Balneário Camboriú; deputado lutava contra câncer na coluna desde 2017

Fábio Bispo
Florianópolis
20/08/2018 às 17H33

Familiares, amigos e lideranças políticas se despediram, nesta segunda-feira (20), do deputado Aldo Schneider (MDB), em Ibirama. O presidente da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) morreu no domingo, aos 57 anos, vítima de câncer no Hospital da Unimed em Balneário Camboriú.

O velório na Igreja Matriz de Ibirama, cidade natal de Schneider no Alto Vale do Itajaí, foi encerrado com uma cerimônia militar. Após, o corpo do deputado foi escoltado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e pela Polícia Militar até Balneário Camboriú, onde foi cremado na tarde desta segunda-feira, em cerimônia restrita à família.

Velório ocorreu na Igreja Matriz de Ibirama, cidade natal de Schneider - Fábio Queiroz / Agência AL
Velório ocorreu na Igreja Matriz de Ibirama, cidade natal de Schneider - Fábio Queiroz / Agência AL


“Conheci e aprendi a respeitar e admirar o deputado Alto Schneider porque todas as decisões que tomava, que dava a palavra, ele cumpria. Santa Catarina perdeu um grande deputado, determinado a fazer o bem a todos os catarinenses”, afirmou Silvio Dreveck (PP), que assumiu a Presidência do Legislativo barriga-verde com o falecimento de Aldo.

O governador Eduardo Pinho Moreira, do mesmo partido que o ex-presidente da Alesc, disse que “Deus deve ter razões para tê-lo ao seu lado”, reafirmando a capacidade do político que deixa vaga a cadeira às vésperas de mais uma eleição.

Por conta do câncer na coluna, a qual lutava desde 2017, Schneider já havia declinado da intenção de concorrer a reeleição.

O prefeito de Ibirama, Adriano Poffo, lembrou o compromisso do deputado com a região e agradeceu o apoio da família para que o político pudesse exercer suas atividades. “Agradeço-vos por terem emprestado seu esposo, pai e sogro para os catarinenses, para que pudesse fazer tudo o que fez pela nossa região e estado”, justificou o prefeito.

Também se despediram do presidente os colegas Darci de Matos (PSD), Romildo Titon (MDB), Valdir Cobalchini (MDB), Ana Paula Lima (PT), Rodrigo Minotto (PDT), Kennedy Nunes (PSD), Milton Hobus (PSD), ex-deputado Jailson Lima, ex-governador Paulo Afonso, além de deputados federais, prefeitos, vices, vereadores, secretários estaduais e municipais, amigos e familiares.

Corpo do deputado foi escoltado pela PRF e Polícia Militar até Balneário Camboriú - Fábio Queiroz / Agência AL
Corpo do deputado foi escoltado pela PRF e Polícia Militar até Balneário Camboriú - Fábio Queiroz / Agência AL



Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade