Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Chuva, ventania e granizo causam queda energia e estragos na região de Florianópolis

Temporal da tarde desta terça-feira (23) causou alagamentos e quedas de árvores em Palhoça e São José

Redação ND
Florianópolis (SC)
23/01/2018 às 22H07

O temporal na tarde desta terça-feira (23) com forte vento e granizo causou queda de energia e estragos na região de Florianópolis. Segundo o Serviço Meteorológico da Aeronáutica, por volta das 18h25 o vento alcançou a velocidade de até 64 km/h no Sul da Ilha. Até o momento não há registro de feridos. 

Na Capital, a chuva começou por volta das 17h30 e causou alagamentos e quedas de árvores. Uma árvore caiu próximo ao posto de saúde do Pantanal e bloqueou a passagem de veículos. 

Outra ocorrência foi na rua São Tomaz de Aquino, na Trindade, que atingiu uma residência. Na comunidade Chico Mendes, no bairro Monte Cristo, na área continental, também houve queda de galhos que interromperam o trânsito. Semáforos na região central deixaram de funcionar, como ocorreu em vários cruzamentos da avenida Mauro Ramos. 

Ponto de ônibus ficou destruído no bairro José Mendes, em Florianópolis - Marco Santiago/ ND
Ponto de ônibus ficou destruído no bairro José Mendes, em Florianópolis - Marco Santiago/ ND


No Norte da Ilha, nos bairros Ingleses, Vargem Grande e Santinho, também teve fortes rajadas de vento e chuva com granizo. 

A chuva também causou transtornos no trânsito, com o registro de acidente envolvendo dois carros na saída de Florianópolis, na Via Expressa da BR-282, próximo do km 0,5. Congestiomento e longas filas se formaram nos principais pontos da cidade, que foi intensificado pelo horário de pico. 

Os bairros com registros de falta de fornecimento de energia são Lagoa da Conceição e Centro, de acordo com a Celesc.

Nuvens carregadas no bairro Trindade, em Florianópolis - Cristina Nehring/ ND
Nuvens carregadas no bairro Trindade, em Florianópolis - Cristina Nehring/ ND


Grande Florianópolis

Em Palhoça, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) trabalha para desobstruir a BR-282, com árvores caídas. Na região de Santo Amaro e no bairro Madri, os moradores registraram queda de granizo e descargas elétricas. Foram registrados vários pontos de alagamento por conta de acúmulo de água nas vias. Em Forquilhinhas, casas foram atingidas e telhados ficaram totalmente destruídos.

>> Maré alta amplia alagamentos causados pelo temporal em Palhoça

Trânsito ficou complicado na Beira-mar de São José próximo ao Centro Arena Multiuso - Marcos Souza/ ND
Trânsito ficou complicado na Beira-mar de São José próximo ao Centro Arena Multiuso - Marcos Souza/ ND

O Corpo de Bombeiro recebeu uma ocorrência de queda de placa de 20 metros na rua Heliberto Hulse, em São José. O telhado da prefeitura também ficou danificado. 

Segundo a Celesc, há o registro de falta de energia de aproximadamente 36 mil Unidades Consumidoras (UCs), por volta das 18h50, na Capital, Biguaçu, Palhoça, Santo Amaro, São José. Ao menos dez alimentadores estão fora de operação em várias regiões do Estado, deixando mais de 164 mil Unidades Consumidoras sem energia, no momento. Todas as equipes de emergências já foram acionadas e estão em campo para restabelecer o sistema.


Chuva no Estado

Conforme o Corpo de Bombeiros, houve alagamentos e queda de árvores em outras cidades como Blumenau, Brusque, Chapecó, São Carlos, Pinhalzinho, Herval d'Oeste, Itajaí e Balneário Camboriú. 

Chuva em Balneário Camboriú - Carlos Bortolotti/ RICTV SC
Chuva em Balneário Camboriú - Carlos Bortolotti/ RICTV SC

Alagamentos em vias de Balneário Camboriú - Carlos Bortolotti/ RICTV SC
Alagamentos em vias de Balneário Camboriú - Carlos Bortolotti/ RICTV SC





Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade