Publicidade
Sexta-Feira, 20 de Abril de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 19º C

Florianópolis decreta situação de emergência; acompanhe a situação nos bairros

Alagamentos, queda de barreiras e buracos nas pistas foram alguns dos transtornos; prefeitura está em alerta

Redação ND
Florianópolis
11/01/2018 às 14H25

Alagamentos, deslizamentos de terra, árvores caídas e buracos nas pistas. Estes foram alguns dos problemas registrados em Florianópolis na manhã desta quinta-feira (11) por causa da constante chuva que cai há três dias.

Um homem morreu ao ser arrastado pela água no bairro Itacorubi. A Defesa Civil não informou a identidade dele, informou apenas que ele estaria ajudando vizinhos com os problemas da chuva durante a madrugada. No Morro do Quilombo, Rafael Eller, 31 anos, está desaparecido, testemunhas contam que ele foi levado pela enxurrada.

Lagoa da Conceição  - Arcanjo/Divulgação
Avenida das Rendeiras ficou coberta pela água na Lagoa da Conceição - Arcanjo/Divulgação

A Prefeitura de Florianópolis decretou situação de emergência e preparou um plano para atender eventuais necessitados. Abrigos na Passarela Nego Quirido, no Centro, e na escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande, estão abertos para quem precisar, mas ainda não há informações de desabrigados ou desalojados.

Por causa do acúmulo de água, há pontos interditados em Florianópolis. Segundo a prefeitura, a SC-401, no Norte da Ilha, tem pontos de interdição em ambos os sentidos, principalmente na altura do bairro Cacupé. Em Ratones, a estrada Intendente Antônio Damasco também está bloqueada.

Rodovias bloqueadas e mudanças no transporte coletivo

Na SC-405, há dois pontos de interdição parcial. Um deles é no ponto conhecido como Trevo do LIC. O segundo e mais complicado é próximo à Alameda Casa Rosa, onde a rodovia está cedendo. O prrefeito Gean Loureiro acertou com o comando da Base Aérea a liberação para trânsito nos dois sentidos da avenida, no Sul da Ilha. Nesta quinta, será aberto das 13h às 19h e, na sexta, das 7h às 19h.

A SC-405 tem pontos de alagamento no km 2,7 (próximo ao supermercado Imperatriz) e no km 1. Na SC-406 há desmoronamento de terra entre a Barra da Lagoa e a Praia Mole. Em Coqueiros, a avenida Almirante Tamandaré também está interditada.

Deinfra trabalha na recuperação emergencial do asfalto na SC-401 - Osvaldo Sagaz/RIC TV
Deinfra trabalha na recuperação emergencial do asfalto na SC-401 - Osvaldo Sagaz/RIC TV



Quem precisa do transporte coletivo também deve ficar atento, pois algumas linhas foram suspensas ou tiveram o itineráro alterado por causa da interdição de algumas ruas em função de deslizamentos ou bloqueios. A linha Lagoa/ Barra da Lagoa foi interrompida por conta queda de barreira na SC-406, que liga os dois bairros. Os ônibus estão saindo em frente ao posto de combustível no canal da Barra da Lagoa e seguem pelo Rio Vermelho até o Tican, em Canasvieiras.

Em Ratones, devido a queda da ponte sobre o rio Ratones, o transporte vai até o local do incidedente e retorna. No Morro do Quilombo e no bairro Monte Verde, as linhas também estão atendendo parcialmente o intinerário por causa de deslizamento de terra. No bairro Vargem Grande a linha vai até o Campo do Lili.

Os ônibus que fazem a linha TICEN/TIRIO estão sendo desviados da SC-405, que está alagada, para a estrada que passa pela Base Aérea. O mesmo acontece no sentido oposto. O transporte lacustre está suspenso no leste da ilha porque todos os trapiches da Lagoa da Conceição e Barra da Lagoa estão cobertos pela água.

>> Acompanhe a situação dos bairros em tempo real:

Publicidade

2 Comentários

Publicidade
Publicidade