Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Chuva desabriga famílias em Bombinhas e provoca alagamentos Itapema

Pelo menos quatro famílias estão desabrigadas segundo a Defesa Civil

Marcos Horostecki
Bombinhas
26/10/2016 às 16H19

A chuva constante que atinge todo o litoral do Estado está provocou alagamentos, deslizamentos e prejuízos desde a noite de terça-feira(25). Pelo menos quatro famílias ficaram desabrigadas na cidade de Bombinhas. Elas foram acolhidas pela Defesa Civil do município na Escola Pequeno Príncipe. Na Defesa Civil de Itapema, o pluviômetro registrou a queda de mais de 145 milímetros de chuvas nas últimas 48 horas. Há pontos de alagamento e deslizamento de terra no município.

Situação dos alagamentos em Bombinhas - Divulgação/Defesa Civil/ND
Famílias são retiradas de casa, em Bombinhas - Divulgação/Defesa Civil/ND



Para impedir que um riacho transborde e alague residências, a equipes da Defesa Civil de Itapema entraram num curso d´água na rua 606 e retiraram madeiras e lixo que estavam represando as águas. Em Bombinhas, durante a madrugada, foram registrados 20 pontos de alagamento. Houve danos em uma escola e outra teve as aulas suspensas devido à dificuldade de acesso.  Na BR-101, na região de Balneário Camboriú, uma verdadeira cachoeira se formou no Morro do boi. A água cobriu a pista e os motoristas precisam tomar cuidado ao transitar na região. Com a continuidade das chuvas, as equipes da Defesa Civil permanecem mobilizadas em toda a região.

O chefe da defesa civil de Itapema Marcio Souza informou no início da tarde desta quarta (26) que a situação e a vazão dos rios estão melhorando na cidade. Com parado ao período da manhã, o nível dos rios já baixou consideravelmente e se permanecer apenas a garoa que cai sobre o município até o início da noite é provável que volte a normalidade na região. Nos bairros Casa Branca, Alto São Bento, Varzea e São Paulinho a água já baixou. O curso dos rios Fabrício e São Paulinho, no Centro, também estão baixando e tem boa vazão. As ruas  que estavam estavam alagadas na madrugada e inicio da manhã já não estão mais.

A água escoou e somente na região do Jardim Praia Mar e Morretes, na rua 406, ainda há pontos com lâminas d'água ou alagados. Com a boa vazão, a tendência é baixar logo. A Defesa Civil municipal fez a retirada de duas famílias nas ruas 466 e 406b, mas ambas famílias não quiserem ir pra o abrigo provisório da Defesa Civil, preferiram ir para a casa de parentes."Estamos em estado de atenção e vamos continuar durante dia e noite, enquanto perdurar a chuva. Pedimos a todos que fiquem em estado de atenção", disse Souza.

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade