Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Chance de neve em Santa Catarina é baixa, mas ainda pode ocorrer

Em todo o Estado, próxima semana será gelada com temperaturas negativas e até geada

Redação ND
Florianópolis
19/05/2018 às 22H37

A expectativa pela chegada da neve na serra catarinense é grande, mas as chances reais são pequenas, segundo informações divulgadas pela Epagri/Ciram. Entre a noite deste sábado (19) e o início do domingo (20), há pequena chance de neve ou chuva congelada no Planalto Sul, devido à combinação do frio e umidade do ar alta. Nas madrugadas de segunda e terça (21 e 22) deve haver temperaturas negativas com geada ampla nas áreas altas do Estado.

Frio na Serra Catarinense - James Tavares/Secom/Divulgação/ND
Frio na Serra Catarinense - James Tavares/Secom/Divulgação/ND


O frio intenso começa a ser sentido especialmente a partir deste sábado, com o avanço de uma massa de ar frio de origem polar do Oeste para o Litoral catarinense, permanecendo sobre o Estado nos próximos dias. As temperaturas mínimas podem ficar entre dois e dez graus negativos, em média, no topo da serra durante as madrugadas, especialmente na quinta-feira (24).

Segundo o Climaterra, pode haver formação de geada sobre a pista no topo da serra durante a madrugada e o começo da manhã. Em outras rodovias, também pode ocorrer geada na pista no amanhecer dos dias 23 e 24 de maio, acima dos 900 ou 1000 metros de altitude. De acordo com o agrônomo Ronaldo Coutinho, do Climaterra, o frio pode prejudicar a agricultura, pois a geada poderá danificar fruteiras tropicais (mais no litoral Sul e em áreas coladas à Serra do Mar no Litoral Norte), pastagens e plantas ornamentais. Nos locais acima dos 800 a 1000 metros, a água pode congelar danificando maquinários agrícolas. Para evitar o problema, é recomendável a utilização de anticongelante.

Ressaca e ventos fortes no Litoral

Também podem ocorrer fortes rajadas de vento sul, de 60 a 80 quilômetros por hora, ou até mais intensas no Planalto Sul e Litoral Sul. Isso porque um ciclone extratropical próximo ao litoral, entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e um anticiclone com centro no norte da Argentina (massa de ar polar) geram forte diferença de pressão no leste catarinense.

De acordo com o Climaterra, uma forte ressaca pode acontecer de domingo até a próxima quarta-feira (23), sendo desaconselhável a navegação e a prática de surfe (mesmo os surfistas mais experientes devem ter bastante cuidado). Barcos devem ser colocados em locais mais longes da linha da maré para evitar danos.

A Celesc emitiu um aviso sobre os ventos fortes previstos para o litoral catarinense na noite deste sábado. Quem precisar registrar ocorrência elétrica deve ligar para 0800 48 0196 ou enviar um SMS para 48196 com a mensagem SEM LUZ e o número da sua casa.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade