Publicidade
Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

CDL apresenta projeto de revitalização das ruas Conselheiro Mafra e Jerônimo Coelho

Meta é melhorar mobiliário urbano, padronizar fachadas e dar acessibilidade a deficientes

Felipe Alves
Florianópolis

Com a restauração do Mercado Público finalizada em julho deste ano, uma série de outras iniciativas deve ajudar a revitalizar o Centro Histórico da Capital. Na noite desta segunda-feira (26) a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Florianópolis apresentou a empresários o projeto “Requalificação dos espaços comerciais do centro histórico”, que revitalizará as ruas Conselheiro Mafra e Jerônimo Coelho. Ainda sem data de previsão para começar as obras, a ideia é priorizar as pessoas em um ambiente de convivência agradável, padronizado e com acessibilidade para deficientes.

Divulgação/ND
Projeção de como ficarão as ruas Conselheiro Mafra e Jerônimo Coelho


Para qualificar as duas ruas, o objetivo é melhorar o mobiliário urbano, calçadas e iluminação, padronizar as fachadas dos comércios, diminuir a fiação e cabos telefônicos dos postes e tornar o ambiente mais limpo.

“Queremos trazer vida para o Centro e tornar a região mais agradável para as pessoas circularem. A proposta é que não sejam ambientes só de passagem, mas também de convivência”, explica Rafael Salin José, integrante do Núcleo do Centro Histórico da CDL.

Diferente do que aconteceu na rua Vidal Ramos, em que a passagem de carros foi reduzida e criou-se um shopping a céu aberto, nas ruas Jerônimo Coelho e Conselheiro Mafra é proibida a circulação de veículos.

“A proposta é criar atrativos para resgatar a cultura de viver o Centro da cidade”, diz o presidente da CDL, Marco dos Santos.

O projeto foi idealizado pelos arquitetos André Fornari, Bernardo Mesquita e Lucas Dias. Na sequência, deverá ser apresentado à prefeitura para ser executado.

“Estamos fazendo agora a captação de recursos com os empresários da região, e também teremos uma contrapartida do Sebrae para o projeto”, explica Santos.

Com foco em revitalizar o Centro e dar prioridade aos pedestres, outros projetos estão em andamento. Em discussão, por exemplo, estão projetos de requalificação das ruas Bocaiúva e João Pinto, e também o Centro Sapiens, uma proposta de incentivar o setor de economia criativa na parte leste do Centro com isenção de IPTU para novas empresas e instalação de cabeamento subterrâneo.


Benefícios ao comércio

Os comerciantes da região central aguardam com expectativa pela revitalização das ruas. Há 47 anos trabalhando em um comércio de cama, mesa e banho na rua Jerônimo Coelho, Léo Ekke Moukarzel acredita que a iniciativa trará benefícios para os comerciantes e para quem frequenta o Centro.

“Será bom, pois a gente quer o público sempre por perto. Uma reforma completa das ruas é fundamental para atrair mais as pessoas ao Centro”, diz.

Parte da ala norte do Mercado Público fica na rua Conselheiro Mafra e, para os comerciantes, a revitalização no entorno é fundamental para qualificar toda a região. Para o presidente da Associação de Comerciantes do Novo Mercado Público, Aldonei Brito, a iniciativa é benéfica para todos os tipos de comércio do local.

“Agrega não só ao Mercado, mas ao comércio como um todo. Faz tempo que não há uma melhoria das ruas aqui”, afirma.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade