Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Casas do bairro Bom Abrigo, na Capital, recebem equipes do projeto Floripa Se Liga Na Rede

Iniciativa visa melhorar os serviços de coleta e tratamento de esgoto, assim como aproximar o poder público da população

Redação ND
Florianópolis
05/09/2018 às 22H56

O bairro Bom Abrigo, na região continental de Florianópolis, começou a receber esta semana o programa Floripa Se Liga na Rede. A iniciativa, da Prefeitura da Capital e da Casan (Companhia Catarinense de Água e Saneamento), visa aproximar o poder público da população e melhorar os serviços de coleta e tratamento de esgoto.

Equipes do programa Floripa Se Liga Na Rede no bairro Bom Abrigo - PMF/Divulgação/ND
Equipes do programa Floripa Se Liga Na Rede no bairro Bom Abrigo - PMF/Divulgação/ND


Formadas por técnicos e estagiários de engenharia, as equipes do programa estão visitando os imóveis e realizando um diagnóstico da ligação de cada terreno da região com a rede coletora de esgoto. Caso sejam constatadas irregularidades, os profissionais oferecem orientações técnicas do que precisa ser feito e apresentam uma lista de empresas habilitadas pela Prefeitura e Casan, aptas para efetuar obras de regularização. 

“É importante esse apoio das lideranças do bairro para desempenharmos o trabalho da maneira mais eficiente possível”, disse o superintendente de Habitação e Saneamento da Prefeitura, Lucas Arruda. “Saneamento se resolve com parcerias assim, entre sociedade e poder público”, destacou.

Além das equipes que vistoriam as edificações, foi montada uma base na sede da Amaba (Associação de Moradores Amigos do Bom Abrigo) para atender a comunidade, tirar dúvidas ou agendamento de inspeções. Segundo a prefeitura, os trabalhos no Bom Abrigo devem seguir até o início de outubro, quando uma nova base será montada no Abraão. 

Nesta nova fase do Floripa Se Liga Na Rede, os responsáveis por imóveis que forem notificados com alguma irregularidade poderão utilizar o Cartão de Crédito Se Liga Na Rede, da Caixa Econômica Federal. O financiamento inédito no país cobre despesas de material de construção e mão de obra, em até 60 vezes.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade