Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Carnaval de Florianópolis se despede de Haroldo Manoel da Cunha, da Unidos da Coloninha

"Ele era nosso guia, o diretor musical da velha guarda”, contou a amiga do carnavalesco

Redação ND
Florianópolis
09/08/2018 às 18H28
Haroldo Cunha morreu na noite desta quarta-feira, em Florianópolis - Facebook/Reprodução/ND
Haroldo Cunha morreu na noite desta quarta-feira, em Florianópolis - Facebook/Reprodução/ND


Haroldo Manoel da Cunha era apaixonado pelo Carnaval e mais ainda pela Unidos da Coloninha, escola de samba da qual era vice-presidente da velha guarda. Conhecido como Haroldinho, ele morreu na noite desta quarta-feira (8), em Florianópolis, após ficar cerca de uma semana internado no hospital. A perda do carnavalesco foi uma surpresa para seus amigos e companheiros de velha guarda.

“Ninguém imaginou que isso ia acontecer! Foi uma perda muito grande, tanto para a velha guarda quanto para a Coloninha, que era a escola pela qual ele vivia e respirava. Ele era nosso guia, o diretor musical da velha guarda”, contou a amiga de Haroldinho, Tânia Ramos, 51 anos. Ela também faz parte da velha guarda da escola de samba e contou que Haroldo estava preparando uma apresentação para o final de agosto em homenagem a Paulinho Carioca. “Vai ser muito triste não ter ele lá conosco”, disse.

O sepultamento aconteceu às 15h30 desta quinta-feira (9), no cemitério São Cristovão, em Coqueiros.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade