Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Cármen Lúcia vai assumir a Presidência na próxima sexta-feira (13)

Ela exercerá o cargo por apenas um dia para evitar que os presidentes da Câmara e do Senado se tornem inelegíveis neste ano

Folha de São Paulo
Brasil
09/04/2018 às 22H07

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Com uma relação marcada por idas e vindas com Michel Temer, a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, terá de assumir a Presidência na próxima sexta-feira (13).

Com a ausência do emedebista no país, que viajará ao Peru para participar da Cúpula das Américas, ela exercerá o cargo por apenas um dia para evitar que os presidentes da Câmara e do Senado se tornem inelegíveis neste ano.

Cármen Lúcia - Agência Brasil/Divulgação/ND
Cármen Lúcia - Agência Brasil/Divulgação/ND

Segundo a reportagem apurou, Cármen evitará despachar no Palácio do Planalto. Será a primeira vez que ela comandará o Executivo e a segunda mulher a exercer o posto. A expectativa é de que Temer retorne ao Brasil no sábado (14).

O presidente do STF é o quinto na linha sucessória. Com a ausência do presidente, assumiria o vice-presidente. Contudo, o país não tem ninguém na função.

Na sequência, vêm os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB).

Os dois, no entanto, serão candidatos neste ano. A lei eleitoral determina que quem assume a Presidência seis meses antes das eleições se torna inelegível.

Para não assumirem o Executivo, Eunício viajará ao Japão e Maia se deslocará ao Panamá.

Publicidade

4 Comentários

Publicidade
Publicidade