Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Beira-mar Continental, em Florianópolis, receberá feira gastronômica neste sábado

Quatro foodtrucks e 14 tendas levarão o conceito de alimentação gourmet para os moradores e visitantes do Estreito, das 12h às 20h, com entrada gratuita

Rafael Thomé
Florianópolis
Adler Kernkamp/Feiranópolis/Divulgação
Primeira edição atraiu 12 mil pessoas no Parque de Coqueiros

 

No dia que antecede o início oficial do verão, a Beira-mar Continental receberá neste sábado (20) a segunda edição da Feiranópolis Gastronômica, na avenida Poeta Zininho, das 12h às 20h, com entrada gratuita. O conceito “gourmet” de alimentação já caiu no gosto dos brasileiros e são esperadas mais de 20 mil pessoas ao longo do dia.

Entre os quatro foodtrucks e as 14 tendas que atenderão o público, os visitantes poderão se deliciar com pratos elaborados – como o risoto de camarão e o arroz lambe-lambe (à base de mariscos) –, sanduíches e cachorros-quentes diferenciados e doces fora do comum. Um dos destaques da feira é o hambúrguer de costela, assim como os pequenos e delicados macarons – doce muito popular na França –, nos sabores pistache, morango, chocolate e tiramisu.

Na primeira edição, em outubro e que contou apenas com os serviços de estudantes de gastronomia, 12 mil pessoas esgotaram as porções em apenas três horas e meia, o levou a organização a repensar o planejamento para este evento. “Estamos com uma estrutura melhor, com uma praça de alimentação com mesas e bancos. Desta vez, teremos alguns estudantes, mas também teremos empresas que já atuam no ramo, e alguns estabelecimentos aceitarão pagamento em cartão”, disse Rodrigo Leme, um dos organizadores da feira.

Com porções que variam entre R$ 5,00 e R$ 20,00, o intuito da feira é abranger o maior número de pessoas possível. “Não importa o nível social, qualquer pessoa pode comer uma comida boa”, comentou Leme, para quem o fato de almoçar no evento pode contribuir para a união familiar. “Hoje a vida é tão corrida que não tempos tempo para comer junto. Esse conceito de comer na rua, em um passeio, permite que os familiares fiquem juntos nessa hora”, encerrou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade