Publicidade
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

Bebida é a causadora de um homicídio em São José

Dois amigos que por coincidência chamavam-se João Maria, discutiram na madrugada desta sexta e alcoolizados, partiram para agressão

Saraga Schiestl
São José
Foto Washington Fidélis/ND

O servente de pedreiro João Maria da Silveira, utilizou uma faca de serra para matar o amigo João Maria Soares dos Passos

Entender a história de um homicídio em São José requer uma dose extra de atenção. Isso porque tanto a vítima quanto o responsável pelo crime chamam-se João Maria, são moradores de São Lourenço do Oeste, cidade no oeste catarinense, e trabalhavam juntos na construção de um conjunto de prédios no bairro Forquilhinhas, em São José. Os dois eram amigos e na noite de quinta-feira beberam mais do que o necessário e começaram uma discussão que terminou na morte de João Maria Silviera.

Perto das 4h30 da manhã de sexta, o servente de pedreiro João Maria Silveira, 43, discutiu com o carpinteiro João Maria Soares dos Passos, 45. De acordo com o relato do servente à polícia, o amigo começou a provocá-lo, colocando em questão a fidelidade de sua mulher, dizendo ainda que mantinha relações com sua filha. Indignado com as afirmações do carpinteiro, Silveira atingiu o amigo no coração e logo abaixo do umbigo com uma faca de serra. “Os dois estavam alcoolizados, eram trabalhadores e nunca tinham se envolvido com qualquer tipo de crime”, esclarece o investigador de polícia, Sérgio Safanelli. Os amigos moravam em São José há 10 meses, motivados pela construção do conjunto habitacional.

O corpo de Passos está no IML (Instituto Médico Legal) e será encaminhado para São Lourenço do Oeste até o fim desta sexta-feira. Após prestar depoimento, Silveira foi encaminhado ao IGP (Instituto Geral de Perícias) para realizar exame de corpo de delito.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade