Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Conheça o perfil dos candidatos a prefeito de São José

Os seis postulantes revelam suas principais propostas para o município a partir de 2017

Andréa da Luz
Florianópolis
30/09/2016 às 18H27

Em São José, os mais de 156 mil eleitores terão seis opções de escolha para ocupar o cargo máximo do Executivo Municipal, sendo apenas uma mulher, a qual concorre à reeleição. Os partidos que estão na disputa são PDT, PMDB, PSD, PSDB, PSOL e PT. 

Arte sobre fotos - Divulgação/ND
Arte sobre fotos - Divulgação/ND


Adeliana dal Pont (PSD) – Casada e sem filhos, a candidata à reeleição nasceu em Timbé do Sul (SC) e tem 56 anos. É engenheira sanitarista e mestre em Gestão de Políticas Públicas. Foi Secretária de Saúde de São José de 1994 a 2003, Secretária estadual Adjunta de Planejamento e Secretária de Desenvolvimento da Grande Florianópolis. Foi vereadora (2001-2008) e a primeira mulher a ocupar o cargo de chefe do executivo municipal, em 2012.

Saúde: construção de quatro novos Centros de Educação Infantil, incentivar a formação dos professores e políticas contra evasão escolar no Ensino Fundamental, construir quatro novos Postos de Saúde, concluir reforma do Centro de Saúde Goiabal e reformar outras unidades, ampliar exames na Rede Municipal e aprimorar o Programa São José Criança.

Cultura, Turismo e Lazer: concluir restauração do Teatro Adolpho Mello, revitalizar o Centro Histórico, elaborar o Plano Municipal de Cultura e o de Turismo; implantar parques de lazer e revitalizar praças.

Infraestrutura e saneamento: macrodrenagem no Rio da Palha, duplicação das ruas João José Martins e Antônio Jovita Duarte, execução da Avenida Beira Rio, novo Sistema de Transporte Coletivo e ciclovias; ampliar atendimento aos idosos; elaborar Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico e estimular a Coleta Seletiva do Lixo.

Adeliana integra a Coligação “São José em Boas Mãos” (PSD, PSB, PR, PT do B, PSC, PROS, PHS, PEN e PV). O vice é o corretor de imóveis Neri Osvaldo do Amaral (PSB).

 

Antonio Luiz Battisti (PT) – Natural de Biguaçu, reside em São José há 50 anos. Com 59 anos, é casado e tem uma filha. Formado em Ciências Contábeis, com especialização em Administração Pública, foi auditor fiscal de controle externo do Tribunal de Contas do Estado (hoje aposentado). Começou a atuação política no movimento estudantil e participou da fundação da Federação dos Servidores (atual Sindicato dos Servidores Estaduais – SINTESPE), do qual foi o primeiro presidente. Ajudou a fundar o PT no município de São José e está no terceiro mandato de vereador. No executivo, quer implantar uma gestão transparente e evitar o aumento na taxa de coleta de lixo.

Educação: fiscalizar a merenda escolar e priorizar produtos orgânicos da agricultura familiar na alimentação oferecida na Rede Municipal de Ensino.

Infraestrutura e saneamento: elaborar projetos de macrodrenagens para evitar alagamentos e enchentes e para eliminar focos de poluição nos rios que fazem divisa com Biguaçu e Florianópolis. Criar o Instituto de Planejamento Urbano, implantar eficiente iluminação nas vias e praças públicas, calçadas acessíveis e padronizadas.

Transporte: valorizar espaços para pedestres e ciclistas, utilização e integração entre modais de transporte de massa, pontos de ônibus limpos e de fácil identificação.

O petista não formou coligação com outras siglas e sua candidata à vice é a aposentada Ivonilda Maria Xavier da Silva (Dona Ivone), do PT.

 

Fernando Anselmo Pereira (PDT) – natural de Florianópolis, o advogado de 35 anos é casado e tem dois filhos. É formado em Direito, com especialização em Direito Civil. Foi advogado na Prefeitura de São José e no Fórum da Comarca da Capital (1999-2001). Atuou como assessor jurídico na Gerência de Contratos, Procurador-Geral Adjunto de São José (2004), chefe de Programas e Projetos Especiais (2006) e, em 2008, foi secretário de Saúde do município. Entre 2011 e 2012, foi consultor geral da prefeitura e entre 2013-2014 foi vereador suplente.

Educação: ampliar vagas na educação infantil, disponibilizar ensino integral em 25% da rede municipal até 2020, garantir 95% de alfabetização para crianças até sete anos e aula de inglês do 1º ao 9º ano até 2020.

Saúde: atendimento no máximo em uma semana após marcação da consulta; criação de UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para casos de urgências e emergências de baixa e média complexidade.

Infraestrutura e saneamento: restaurar o Teatro Municipal Adolpho Melo e fomentar atividades culturais. Aumentar para 70% a cobertura de coleta de esgoto com tratamento até 2024, ampliar ciclovias e criar bicicletários, aumentar e modernizar frotas de ônibus e táxis.

Estreante na disputa a prefeito, integra a Coligação “São José Pode Mais” (PDT, PPS, PC do B e PTC). O vice é o advogado e vice-presidente do Partido Popular Socialista (PPS) de Santa Catarina e presidente do PPS de São José, Francisco de Assis Medeiros (PPS).

 

José Natal Pereira (PMDB) – Nascido em São José, o administrador tem 62 anos, é casado e tem três filhos.  Foi eleito vereador em 1988 e outras quatro vezes seguintes (1992-1996, 1997-2000, 2001-2004 e 2005-2008). Assumiu como Presidente da Câmara de Vereadores de São José no biênio 1991-1992. Em duas oportunidades foi o Secretário de Obras municipal (hoje Infraestrutura). Em 2012, assumiu a Secretaria estadual de Turismo, Cultura e Esporte e foi eleito vice-prefeito (de Adeliana dal Pont), mas deixou o PSDB no início deste ano e filiou-se ao PMDB, sigla pela qual agora concorre à prefeitura.

Saúde: implantar projetos voltados para a saúde da mulher, ampliar horário de postos de saúde até às 22 h, UPA Sul (Forquilhinha) e UPA Norte (Av. Torres).

Educação, cultura e esportes: abertura de novas vagas em creches, plano de cargos e salários e valorização da Universidade de São José. Incentivo aos esportes e recuperação de áreas de lazer; reabrir o Teatro Adolpho Mello e revitalizar o Centro Multiuso.

Segurança e infraestrutura: aumentar o efetivo policial e realizar o alargamento do túnel Delamar J. da Silva/BR101, Beira-mar Barreiros, Beira-rio Forquilhinha/BR 281 e dois Elevados ( Av. Torres/BR 282 e Av. Torres/João José Marques). Incentivar o transporte marítimo e ampliar horários do transporte coletivo.

Natal integra a Coligação “Nossa Força é Nossa Gente” (PMDB, PP, PRB, PTB, DEM e SD). O vice da chapa é o atual vereador Amauri Valdemar da Silva, o Amauri dos Projetos (DEM).

 

Mário Marcondes Nascimento (PSDB) – casado e pai de dois filhos, o advogado Mauro Marcondes tem 48 anos e foi eleito deputado estadual por Santa Catarina, em 2014. Natural de São João Batista, mudou-se para São José aos 14 anos e, com pouco mais de 16 anos, começou a trabalhar na Cohab, onde ficou por 29 anos. Formado em Direito, atuou na área de seguros de conjuntos habitacionais populares. Em 1996, retornou a São João Batista para candidatar-se a vereador, sendo eleito com a segunda maior quantidade de votos do município e escolhido para presidir a Câmara no período 1999-2000.

Saúde: criação de um cartão para agilizar a informatização do atendimento, acompanhamento médico preventivo e periódico nas escolas municipais, ampliar horário de atendimento dos postos de saúde até às 20 h, criação de clínica para tratamento de dependentes químicos.

Educação: construção de escola que funcione das 8 h às 17 h com capacidade para mil alunos, ampliar rede de creches, criar espaços públicos para inclusão digital.

Segurança e transporte: investir na Guarda Municipal e ampliar a rede de câmeras de vigilância. Promover a Licitação do Transporte Público no primeiro ano de governo, desenvolver estudo para criação de um porto seco de distribuição de cargas, substituir lombadas físicas por eletrônicas.

Disputa a prefeitura de São José pela primeira vez, dentro da Coligação “Para renovar São José” (PSDB e PRP). O vice na chapa é o empresário Ademir Jorge Silveira, o Ademir do Hospital (PSDB).

 

Rafael Rodrigo de Melo (PSOL) – Formado em Educação Física e Pós-Graduado em Juventude, Religião e Cidadania, é professor da rede pública e privada de São José e assessor da Pastoral da Juventude. Tem 36 anos, é casado e pai de dois filhos. Desde 2012 participa da direção da entidade representante dos Servidores Municipais e em 2015 foi eleito presidente estadual do PSOL. Em 2012, concorreu à Prefeitura de São José, ficando em terceiro lugar, com cerca de 4% dos votos.

Transporte: construir o Plano Metropolitano de Mobilidade Urbana priorizando o transporte coletivo financiado pela sociedade, em busca da implantação da Tarifa Zero. Valorizar transportes modais não poluentes, em especial o cicloviário e o marítimo e oferecer gratuidade no transporte coletivo a partir dos 60 anos de idade.

Educação: garantir recursos materiais e valorizar os professores, ocupar escolas com agendas culturais e viabilizar a Universidade de São José com sede própria, eleição para reitor e tripé Ensino-Pesquisa-Extensão. Criar Hortas Comunitárias, Escolares e em instituições públicas de Saúde e Assistência Social, com pátios de compostagem para tratar resíduos orgânicos.

Saúde: aumentar número de servidores nas equipes do Programa Saúde da Família e o quadro de especialidades profissionais das Unidades Básicas; concluir as Policlínicas.

Seu partido não fez coligação para a disputa eleitoral deste ano. O vice-candidato é João Sartori, também psolista e professor de ensino fundamental.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade