Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Após matar a própria mãe, homem invade igreja e agride padre, em Apiúna

Suspeito não conseguiu roubar carro e furtou capacete de uma moto, logo antes de ser detido por populares

Redação ND
Florianópolis
19/07/2018 às 20H04

Um homem foi preso nesta quarta-feira (18) acusado de matar a própria mãe de forma violenta, em Apiúna, no Alto Vale do Itajaí. O caso está sendo tratado como feminicídio. A polícia trabalha com a tese de que o filho matou a idosa, de 75 anos, na noite de terça-feira (17).

Policiais encontraram a idosa morta dentro de casa, com marcas de agressões - Reprodução/RICTV
Policiais encontraram a idosa morta dentro de casa, com marcas de agressões - Reprodução/RICTV


Nesta quarta, o homem estaria tentando fugir da cidade. Ele tentou roubar um carro e não conseguiu, então furtou um capacete que estava no guidão de uma moto, no Centro da cidade. Com o capacete, ele invadiu a Igreja Matriz e agrediu a zeladora e o padre, que tiveram ferimentos leves. Ao ver a movimentação, populares detiveram o rapaz até a chegada da PM (Polícia Militar). Segundo a polícia, o homem tem transtornos mentais. Há cerca de 20 dias, ele teria invadido uma casa, armado com um facão.

O suspeito recebeu voz de prisão e, quando a polícia foi comunicar o fato à família, descobriu que a mãe estava morta. Os policiais chamaram a mulher por algum tempo na frente da casa, mas ninguém atendia. Com a autorização de uma sobrinha, arrombaram a porta e encontraram a idosa caída na porta do banheiro. Ela estava com marcas de agressões.

Na delegacia, o filho teria contato para a polícia que matou a mãe no dia anterior, mas não lembrava o horário. Ele foi encaminhado para o Presídio Regional de Blumenau, onde irá aguardar a decisão da Justiça. A expectativa é que ele seja transferido para um manicômio assim que uma vaga seja aberta.

Com informações da RICTV Record SC.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade