Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Após flagrar professor beijando filha de 13 anos, pai denuncia docente em Itajaí

Os pais começaram a desconfiar da atitude da adolescente depois que ela disse que iria à escola participar de uma aula de reforço, antes das férias, mesmo apresentando boas notas

Redação ND
Florianópolis
23/07/2018 às 19H31

Um pai flagrou a filha de 13 anos e seu professor, de 44 anos, se beijando em uma praça de Itajaí. O docente, alvo da denúncia, é professor de inglês da rede pública do município e terá a conduta investigada pela Polícia Civil. Após desconfiar da atitude da filha, o pai fez o flagrante na tarde da última sexta-feira (20). Escondido perto de um muro, ele viu a adolescente se encontrar com o professor e chegou a fotografar os dois juntos e gravar um vídeo, até perceber que eles estavam se beijando.

Pai flagrou o encontro da filha com o professor - Reprodução/RICTV
Pai flagrou o encontro da filha com o professor - Reprodução/RICTV


O encontro aconteceu em uma praça do bairro Cordeiros. “Quando eu vi que realmente ia acontecer alguma coisa a mais eu larguei tudo e fui pegar ele para botar ele preso na polícia”, informou o pai. “Ele correu, mas populares pegaram ele um pouco mais para frente”, conta.

Um dia antes a garota foi à escola participar de uma aula de reforço, antes do início das férias, mesmo apresentando notas boas. Foi quando o pai percebeu que a filha estava se comportando de forma estranha. No dia seguinte, disse aos pais que iria à praça se encontrar com as amigas. “Ela voltou da aula, passou-se uma ou duas horas e o professor bateu na minha casa com uma desculpa que tinha sumido um celular dele e que tinha sido um aluno, perguntando se a minha filha sabia onde esse aluno morava”, relembra o pai. “Ele começou a ficar nervoso e a gente ficou desconfiado.”

O pai da jovem conta que fez o boletim de ocorrência contra o professor e que também denunciou o caso para a direção da escola. “Ele mexe com o psicológico da criança, que cede aos pedidos dele. Inclusive ela já relatou para mim que tem fotos que ele mandou para ela no celular", afirma o pai. "Ele mandou que ela apagasse e ela obedeceu, mas  a polícia vai recuperar essas fotos”, diz.

O delegado responsável pelo caso disse que não se tratava de instalar um auto de prisão em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, porque mesmo a vítima sendo menor de idade, consentiu em se encontrar com o professor e beijá-lo. Agora foi aberto o inquérito policial para investigar como ele fazia isso e também se ele já teve contato com outras aulas da mesma maneira.

Em nota, a secretaria de Educação de Itajaí informou que o professor acusado foi afastado temporariamente das atividades para a análise do caso e a avaliação de medidas legais e administrativas cabíveis.

Com informações da RICTV Record.

Publicidade

7 Comentários

Publicidade
Publicidade