Publicidade
Terça-Feira, 17 de Julho de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 17º C
  • #TORCIDANDEstádio-cidade, datas e 'nova Copa': tudo que sabemos sobre o Qatar-2022MAIS COPA

Após denúncia, cães são encontrados em situação precária na Lagoa da Conceição, na Capital

Em ação conjunta, Dibea e PM fiscalizaram um imóvel após receberem informações de maus tratos

Redação ND
Florianópolis
14/05/2018 às 15H51
Cinco cães eram mantidos em condições insalubres - Kátia Chubaci/Divulgação
Cinco cães eram mantidos em condições insalubres - Kátia Chubaci/Divulgação


Após receber denúncia sobre um canil irregular na Lagoa da Conceição, próximo à praia da Joaquina, a Dibea (Diretoria de Bem-Estar Animal) e a Polícia Militar foram até o local para realizar uma fiscalização na manhã desta segunda-feira (14). Foram encontrados cinco cães mantidos em condições insalubres, sem limpeza há mais de oito meses.

Quando chegaram ao local, as equipes não foram atendidas, então a dona do imóvel alugado autorizou a entrada. Logo foi possível ver os animais no pátio externo, em meio a muita sujeira, fezes e instalações improvisadas.

Com a informação de que o morador estava no local, os chamados foram feitos, até que o homem apareceu. Segundo informações da Dibea, o responsável possui outro canil na cidade de Curitiba, no Paraná. A proprietária informou que o aluguel não era pago há oito meses e a água já havia sido cortada. Quem provia o líquido para os animais eram vizinhos, através de mangueiras.

Ainda conforme relatos, sem qualquer canto limpo, os animais buscavam subir em baldes e nas casinhas para se proteger. Um boletim de ocorrência denunciando os maus tratos já havia sido registrado, informações com as quais foi organizada a ação de resgate.

Segundo Kátia Chubici, veterinária e protetora que acompanhou o caso, o morador anunciava filhotes em uma página na internet. O canil, que se diz especializado em duas raças, aparece como tendo a sede em Curitiba.

De acordo com a diretora da Dibea, Fabrícia Rosa Costa, que participou da fiscalização, o local estava muito sujo, com fezes e urina dos animais. “A pessoa responsável por esse canil estava lá e fez um TCO [Termo Circunstanciado de Ocorrência] com a polícia. Agora, o caso vai ser encaminhado para uma delegacia e para o Ministério Público”, contou.

A prefeitura de Florianópolis deve multar o homem pelos maus tratos aos cinco animais que estavam presos. O valor da multa por animal vítima pode variar entre R$ 500 e R$ 2 mil. Foram resgatados dois cães da raça pug, dois da raça westie e um sem raça definida. Eles foram encaminhamos à Dibea, onde vão passar por avaliação veterinária. A condição de saúde dos animais pode agravar o crime de maus tratos. Eles vão ficar aos cuidados de um lar temporário.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade
Publicidade