Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Após assaltos, PM quer shopping com mais segurança em Florianópolis

Comandante do 4º BPM vai cobrar ação do Floripa Shopping; em dois meses criminosos atacaram lotérica e joalheria no centro comercial

Colombo de Souza
Florianópolis
22/12/2017 às 03H40

Pela segunda vez, em dois meses, a segurança do Floripa Shopping falha e assaltantes armados invadem o centro comercial. Na manhã da quarta-feira (20), criminosos com o rosta tampado e armas longas invadiram uma joalheria, onde ficaram por dois minutos saíram com muito objetos. No dia 9 de outubro, clientes e lojistas foram surpreendidos pela ação de bandidos armados que roubaram malotes de uma lotérica.

O comandante do 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar) da Capital, tenente-coronel Marcelo Pontes , pretende agendar uma visita com a administração do Floripa Shopping para cobrar mais segurança. 

Assalto ocorreu por volta das 16h30, quando dois malotes de dinheiro eram transportados da lotérica para um carro-forte - Marco Santiago/ND
Assalto ocorreu quando dois malotes de dinheiro eram transportados da lotérica para um carro-forte - Marco Santiago/ND

 

A reação de clientes e comerciantes foi idêntica a da última quarta-feira: medo e pavor. Funcionários fecharam as portas e clientes se jogaram no chão com medo de tiros.  Nos dois andares do shopping o número de vigilantes, desarmados, parece ser insuficiente em relação a quantidade de lojas e do público circulando. Nesta quinta-feira (21), a reportagem do ND esteve no shopping e constatou que o assunto mais comentado era sobre a vulnerabilidade do centro comercial e a ousadia de bandidos. Não posso falar, mas estou com vontade de abrir a boca”, comentou a gerente de uma loja.

O superintende do shopping, Jean Oliveira, não quis se manifestar sobre a segurança. Por meio de assessoria, informou que o assunto é restrito aos lojistas. Horas após o roubo, a Polícia Militar destacou uma viatura para ficar de prontidão em frente ao centro comercial, com o objetivo de dar mais segurança.

Guarnições de áreas saíram em busca aos suspeitos e realizaram incursões no Morro do Balão, bairro Saco Grande, onde capturou Diego Francisco, natural da Bahia. No celular dele havia áudios dos suspeitos do assalto. Ele está preso na Delegacia de Repressão a Roubos. Inicialmente, a polícia não aponta o preso no envolvimento direto no roubo. “Ele está sendo investigado”, resumiu um policial.

Assalto a joalheria de shopping ocorreu na noite desta quarta-feira (20) - Reprodução/ RIC TV
Assalto a joalheria de shopping ocorreu na noite desta quarta-feira (20) - Reprodução/ RIC TV



Publicidade

9 Comentários

Publicidade
Publicidade