Publicidade
Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 19º C

Alunos do Colégio de Aplicação da UFSC embarcam para dois meses de estudos em Córdoba, Argentina

A viagem faz parte de um intercâmbio de ensino médio entre o colégio e a Escuela Superior de Comércio, correspondente ao ensino médio brasileiro

Edson Rosa
Florianópolis

Como em toda despedida, não faltaram choro, ansiedade, abraços, beijos, sorrisos e preocupação com as 36 horas de estrada, ontem, no Terminal Rodoviário Rita Maria, minutos antes do embarque de 11 alunos do Colégio de Aplicação da UFSC, para a província de Córdoba. Na Argentina, eles ficarão até outubro, hospedados nas casas das 11 estudantes argentinas que estão em Florianópolis há uma semana, acolhidas pelos pais dos novos amigos brasileiros.

Marco Santiago/ND
Alunos do Aplicação, estudantes e pais argentinos se confraternizam antes do embarque

 

Trata-se da 23ª edição do Projeto Córdoba, intercâmbio de ensino médio entre o colégio e a Escuela Superior de Comércio, correspondente ao ensino médio brasileiro, da Universidad Nacional de Córdoba – segunda maior província argentina. Entre os pais brasileiros, a maioria estava como Dilcéia Peres Pires, 51. “Com o coração apertado”, resumiu, antes de ser abraçada pela filha Heloísa, 16, e pela nova “enteada”, Maria Sol Aranda, 15. 

“Sabemos que será bom para eles, mas bate a saudade antecipada e a preocupação”, resume Dilcéia, tranquilizada por Patrícia Lovato, 50, mãe de Maria Clara, 18, e que pelos próximos dois meses vai “adotar” Agostina Caparelli, 17. Para Marli Santos Rosa, 53, que cuida da menina argentina Regina Pedraza como sempre fez com a filha Maria Luiza, o mais importante é deixar elas tranquilas para estudarem. “A casa da Maria Luiza agora é da Regina, assim como a da Regina, em Córdoba, será a casa da minha filha”, diz.

Há uma semana Marli e família se comunicam quase que diariamente com Miguel e Cláudia, pais de Regina, que sente falta da calculadora nas aulas de matemática e física, mas, aos poucos, se adapta ao conteúdo do Aplicação.

Orientados pelos coordenadores locais do projeto, Danuza Meneghello, Tomás Figueiredo Fontan, Fernanda Muller e Sandra Mendonça, os adolescentes brasileiros viajaram acompanhados pelos professores argentinos Cristina  Smargiassi, 37, e Guiulhermo Botolla, 44. O resultado, segundo ele, tem sido positivo não só nos aspectos pedagógicos e culturais. “Os laços de amizade ajudam a fortalecer o aprendizado”, resume Cristina.

:: Projeto Córdoba ::

Quem foi

Ana Carolina Costa Agustinho

Artur Andrade

Bianca Reis Marins

Heloisa Peres Luz

Isadora Sanches

Joana Milan Lorandi

Maria Antonia Lopes

Maria Clara Prates Rocha

Maria Luiza dos santos Rosa

Natália Kilpp

Tadeu Bueno Cabral

Coordenadores

Danuza Meneghello – geografia

Tomás Figueiredo Fontan - geografia

Fernanda Muller - português

Sandra Mendonça - geografia

 

Quem veio

Maria Sol Aranda

Guadalupe Guzman

Maria Milagrois Bellotti

Regina Pedraza

Florencia Quinteros

Micaela Garcia

Lucia Nazareno

Catalina Santamaria

Luana Correa

Agostina Caparelli

Agustina Blass

Coordenadores

Cristina Smargiassi

Guilhermo Botolla

Publicidade

0 Comentários

Publicidade
Publicidade