Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Alternativa de transporte marítimo, AquaBus faz passeio experimental em Florianópolis

Expectativa é que em 2020 o veículo possa transportar passageiros diariamente na ilha

Dariele Gomes
Florianópolis
16/01/2018 às 18H32

Cercado de muita expectativa, o passeio gratuito no Aquabus, uma espécie de viagem experimental, reuniu cerca de 50 pessoas na manhã desta terça-feira (16). A embarcação com capacidades para 400 passageiros, partiu do trapiche da avenida Beira-Mar Norte em direção à Beira-Mar Continental. O passeio é mais uma tentativa de implantação do transporte marítimo em Florianópolis. “Desde 2010 tentamos oferecer esse serviço à população, mas não conseguimos evoluir. Temos que atender todas as exigências da Marinha para estarmos em condições de concorrer à licitação, caso a prefeitura abra o edital”, disse o armador e um dos proprietários do AquaBus, Aldo Maciel.

Conforme o secretário de Transportes e Mobilidade da Capital, Marcelo Roberto da Silva, o sistema aquaviário é uma das prioridades da Prefeitura, pois faz parte do plano de governo. “Existem vários pontos a serem discutidos entre as partes envolvidas, como trapiches, quadro de horário e integração com o transporte coletivo. Definir também os municípios parceiros desse projeto. Não existe uma data definida para discutir esse assunto”, disse.

AquaBus  - Daniel Queiroz/ ND
AquaBus partiu do trapiche da avenida Beira-Mar Norte em direção à Beira-Mar Continental- Daniel Queiroz/ ND


Para Victória, 11, o momento foi de diversão e registros fotográficos. Já para o pai, o publicitário Marcos Buratto, 53, o passeio representa um grande avanço e expectativa por uma mobilidade melhor na cidade. “Esse é um desejo antigo da maioria das pessoas daqui. Mas, como dizem, somos uma ilha de costas para o mar. Não conseguimos montar uma marina, não conseguimos um trapiche adequado. Precisamos evoluir. Essa é mais uma tentativa do funcionamento do transporte marítimo, e sempre com a esperança de que pode dar certo”, afirmou.

O desejo de Maciel é que o transporte coletivo marítimo possa ser oferecido até 2020 à população e estima que o custo por passageiro deva ser de R$ 3. “Queremos desafogar o trânsito das pontes e fazer um trajeto daqui do trapiche da Beira-Mar Norte até a Beira-Mar Continental. Vários trabalhadores iriam aproveitar esse serviço e a mobilidade da cidade seria muito melhor”, enfatizou.

AquaBus - Daniel Queiroz/ ND
Embarcação tem capacidades para 400 passageiros - Daniel Queiroz/ ND


Aquabus irá para estaleiro

O AquaBus foi fabricado em 2015 e utilizado durante 30 meses consecutivos para o transporte de funcionários da Petrobras no Porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. “Nesta quarta-feira (17), o AquaBus irá direto para o estaleiro em Navegantes para ser reparado”, contou Aldo Maciel. A embarcação transporta até 400 passageiros, em dois andares, e tem ar-condicionado, assentos preferenciais, banheiros e coletes salva-vidas.

Empresária aprova passeio e embarcação

Quem também aprovou a ideia e curtiu o passeio foi a empresária Fernanda Regis Coelho, 44, moradora de Florianópolis. Junto com os filhos, Isabela e Gustavo, de 14 e 8 anos, respectivamente, Fernanda considera o serviço essencial para a cidade. “Moramos numa ilha, e é contraditório não termos essa opção de transporte. Tenho certeza que não faltam pessoas querendo que isso aconteça. Precisamos evoluir. Foi uma viagem tranquila, divertida, e tivemos o privilégio de contemplar uma linda paisagem. O barco não balança, é muito seguro, tanto que trouxe meus filhos junto”, disse.

Publicidade

9 Comentários

Publicidade
Publicidade