Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Vitórias brasileiras no Ironman 70.3 Florianópolis

Igor Amorelli, no masculino, Pâmella Oliveira, no feminino, venceram a prova neste domingo em Ingleses

Redação ND
Florianópolis
23/04/2018 às 12H25

Os triatletas brasileiros Igor Amorelli e Pamella Oliveira venceram o Caixa Ironman 70.3 Florianópolis, prova que abriu a série de eventos do Circuito Ironman no país. Na manhã deste domingo, Igor, que é de Balneário Camboriú, completou os 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida com o tempo de 3h46min46seg, seguido de perto pelo norte-americano Tim ODonnelll, 3h50min22seg, e Iuri Vinutto, também do Brasil, com 3h51min49seg.

Pâmella vibra com triunfo na elite feminina - Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação/ND
Pâmella vibra com triunfo na elite feminina - Fábio Falconi/Unlimited Sports/Divulgação/ND


Já no feminino, ainda mais equilibrado Pâmella Oliveira, capixaba radicada em Balneário Camboriú, fez a prova em 4h23min03seg, 11 segundos mais rápida que Bruna Mahn, 4h23min14seg. A terceira posição foi da paulista Beatriz Neres, com 4h23min59seg.

Ao todo, 1.300 atletas de 23 países participaram do evento, que deu pontos no ranking da Elite e 30 vagas para a Faixa Etária para o Mundial IRONMAN 70.3 2018, programado para os dias 1 e 2 de setembro, em Nelson Mandela Bay, na África do Sul.

A estreia da praia do Ingleses no Circuito Ironman foi um sucesso. O percurso rápido possibilitou uma boa disputa entre os profissionais, que não decepcionaram. No masculino, Igor Amorelli foi quase perfeito. Quinto a deixar a água, ele assumiu a ponta no ciclismo para manter o ritmo na corrida e conseguir sua quinta vitória em um Ironman 70.3 - Punta Del Este (URU), San Juan (PRT), Palmas (BRA) e Miami (EUA).

Ovacionado pela torcida,  o campeão era só alegria. "Minha prova foi muito boa e a organização esteve perfeita. Foi um ótimo aquecimento muito bom para o Ironman Brasil 2018, em maio, em Jurerê Internacional", declarou Igor.

Sobre seu desempenho, ele destacou a recuperação. "Foi quase como planejava. Minha natação esteve abaixo, mas consegui me recuperar no ciclismo e manter na corrida. No fim, deu tudo certo", completou o triatleta, de 33 anos e que este ano foi vice no Ironman 70.3 Bariloche (ARG), em março.

O engenheiro Rafael Pina, que foi o entrevistado da revista Inspira deste final de semana, foi o campeão da categoria de 45 a 49 anos. Ele completou a prova com 4h30. Rafael pratica triatlo há dez anos, e treinou 18 horas por semana para se preparar para a prova. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade