Publicidade
Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 24º C
  • 18º C

Tite sinaliza coerência como tom do novo ciclo da Seleção

Técnico diz que fará mudanças de maneira gradual, mas seguindo critérios. Jogadores pouco aproveitados na Copa-2018 atuaram contra EUA. Novatos atuarão contra El Salvador

LANCE!
Rio de Janeiro (RJ)

Tite lançou Douglas Costa, Firmino, Fred e Fabinho como titulares. Novatos tiveram espaço no decorrer do jogo com os Estados Unidos (AFP)
Tite lançou Douglas Costa, Firmino, Fred e Fabinho como titulares. Novatos tiveram espaço no decorrer do jogo com os Estados Unidos (AFP)


A coerência ditará os rumos de Tite para seu novo ciclo na Seleção Brasileira. Logo na vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos, o primeiro amistoso após a queda na Copa do Mundo, o técnico manifestou seu desejo de mudança de rumo, mas indicou que fará testes de maneira gradual e seguindo alguns critérios.

Na equipe titular do embate em Nova Jersey, o Brasil teve quatro alterações em relação à "espinha dorsal" montada para a Rússia. Três jogadores tiveram algo em comum: estar na lista de convocados para a Copa do Mundo e não terem chance de mostrar por completo seu futebol.

Um deles foi o volante Fred, que se lesionou durante a competição e sequer entrou em campo. Mas foi a dupla de ataque que mais chamou atenção em Nova Jersey. Douglas Costa (que foi bem na Rússia, mas se machucou contra a Costa Rica) mostrou boa movimentação e criou boas jogadas para o Brasil. Já Roberto Firmino, preterido em detrimento de um Gabriel Jesus que não correspondeu, não deixou a oportunidade passar diante dos Estados Unidos: na primeira chance, estufou a rede.

- Estamos retomando em cima de uma dor e de uma frustração. Tem um aspecto emocional. Equipe que teve Douglas Costa iniciando a sua segunda partida. Temos que dar mais chance para Firmino, Douglas Costa, Fred. Mas de ter esses jogadores para que tenham uma real oportunidade. E depois os novatos. E nisso foi acima da minha expectativa. Em alguns momentos com brilhantismo, outros nem tanto. Houve criatividade, não com o mesmo desempenho normal. Alguns tendo a primeira chance, mas de ter toda essa engrenagem.

O "intruso" na lista de titulares foi Fabinho, que não esteve na Rússia. Porém, a presença jogador do Monaco pode indicar a instabilidade na lateral direita: Fagner e Danilo não corresponderam como substitutos do cortado Daniel Alves na Copa. Por isto, diante dos Estados Unidos Fabinho, que é volante do Monaco, foi deslocado para a lateral, sua posição de origem.

Já contra El Salvador, Tite adiantou que a Seleção passará por ajustes:

- No segundo jogo vamos dar chance maior para outros atletas iniciarem.

Lucas Paquetá, Arthur, Everton e Richarlison fizeram suas respectivas estreias com a amarelinha na última sexta-feira. Mas, agora, tendem a ter mais chance de mostrar que são dignos de estar na Seleção Brasileira.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade