Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Santos perde do América-MG e pode terminar rodada na zona de rebaixamento

Mesmo com um número enorme de finalizações a mais que o adversário (31 a 2), o Peixe saiu derrotado em casa e segue sem vencer após o término da Copa do Mundo

Folha de São Paulo
São Paulo, SP
30/07/2018 às 08H30

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Santos não teve competência para somar três pontos na 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (29), o clube para o América-MG por 1 a 0, na Vila Belmiro, para menos de 9.000 torcedores.

 O Santos perdeu para o América-MG por 1 a 0, na Vila Belmiro, e ficou a uma posição da zona do rebaixamento. O atacante Rodrygo esteve mais uma vez inspirado, mas o restante do time não correspondeu. Yuri Alberto perdeu um gol incrível (notas por Ana Can -  Marco Galvão/Fotoarena
O Santos perdeu para o América-MG por 1 a 0, na Vila Belmiro, e ficou a uma posição da zona do rebaixamento. Marco Galvão/Fotoarena


O resultado deixa a equipe com 16 pontos, junto do Bahia, primeiro na zona de rebaixamento. Se o tricolor baiano empatar ou vencer o Atlético-MG, nesta segunda (30), o alvinegro cairá para a 17ª colocação.

Pressionado após três empates, o Santos foi para cima e abusou das bolas pelo alto no confronto todo. Foram 69 cruzamentos (apenas 13 certos), 23 lançamentos (seis corretos) e 30 finalizações (seis na direção do gol).

O domínio na posse de bola foi muito grande: 73% a 27%. Conforme o tempo passava, o time comandado por Serginho Chulapa foi chegando cada vez mais forte e, Victor Ferraz, quase marcou em chute rasteiro na área. Não houve nenhuma chance clara para os mandantes.

Até que aconteceu o que o América-MG mais sonhava. Aos 38min, no único ataque dos visitantes, Marquinhos foi derrubado por Alison, que fez a carga com o braço direito, na grande área.

O juiz Rafael Traci estava de frente para o lance e assinalou a penalidade máxima. Os santistas reclamaram, sem sucesso. Ruy cobrou, Vanderlei ainda tocou na bola, mas ela entrou no seu canto esquerdo.

Na segunda etapa, o Santos continuou com a mesma pressão anterior. A primeira boa chance ocorreu aos 4min, quando João Ricardo salvou um forte chute de Gabigol.

E a história passou a se repetir. O clube da Vila no campo de ataque e o América-MG esperando um contragolpe para tentar matar o jogo. Apesar de Gabigol ter começado a aparecer mais pelo lado direito, ele esteve muito marcado e não conseguiu criar.

Em dois lances, Yuri Alberto fez mais do que Sasha no primeiro tempo inteiro. Ele quase marcou de cabeça aos 9min. O time melhorou, mas o desespero também aumentou.

Quem levou o maior perigo ao Coelho foi Rodrygo, que bateu falta aos 21min e a bola explodiu no travessão. Em seguida, Gabigol perdeu na pequena área e a torcida passou a vaiar o camisa 10.

Foi então que o bombardeio à meta de João Ricardo ficou mais intenso. Quando o goleiro não salvava, a bola era chutada para fora ou travada pela defesa. Aos 32min, Yuri Alberto perdeu gol sozinho na grande área após rebote do goleiro em chute de longe de Jean Mota.

Assim, o jogo se arrastou até o final. O Peixe desorganizado e desesperado pelo gol de empate. Que não veio.

FICHA TÉCNICA

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Dodô; Alison, Diego Pituca (Jean Mota), Eduardo Sasha (Yuri Alberto); Rodrygo, Gabriel (Arthur Gomes), Bruno Henrique. T.: Serginho Chulapa (interino)

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias, Carlinhos; Juninho, David, Gerson Magrão (Zé Ricardo), Ruy (Judivan); Giovanni, Marquinhos (Ademir). T.: Adilson Batista

Estádio: Vila Belmiro, em Santos

Juiz: Rafael Traci (PR)

Cartões amarelos: Alison (Santos); Carlinhos e Juninho (América-MG)

Gols: Ruy, aos 38min do primeiro tempo

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade