Publicidade
Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 18º C

Representantes de SC refazem cálculos e se baseiam em campanhas anteriores na Série B

Avaí e Figueirense no bloco de cima, e Criciúma no pelotão contra a degola, traçam suas campanhas em exemplos de anos anteriores, como 2016 e 2017

Redação ND
Florianópolis
19/08/2018 às 21H26
Avaí x Criciúma, pela Série 2018 - Jamira Furlani/Avaí FC/divulgação
Avaí x Criciúma, pela Série 2018 - Jamira Furlani/Avaí FC/divulgação

Ao final de mais uma rodada da Série B 2018, os clubes catarinenses refazem cálculos, reforçam o elenco e buscam inspiração em anos passados da competição. Para a dupla da capital que luta no bloco da frente, essa calculadora serve também para simular os clubes que conseguiram o acesso em 2016 e 2017. Já o representante do Sul do Estado, o Criciúma, projeta e compara sua campanha de olho no aproveitamento dos últimos colocados.

Pode até não parecer, mas em termos futebolísticos (também) o ano já adentra na reta final. Passada a 21ª rodada, além de muita indefinição, é possível cravar somente a disparada do Fortaleza, de Rogério Ceni, rumo à Série A. O Tricolor chegou aos 43 pontos na competição. São seis a mais que o segundo colocado, o CSA e outros dez do primeiro time fora do G4, o Avaí.

O Leão da Ilha, atualmente 5º com 33 pontos, busca inspiração em si mesmo, já que na Segundona de 2016 os azzuras apareciam, naquele momento da competição, apenas na 14ª vaga, com 26 pontos. Ao final das 38 rodadas, depois de uma recuperação incrível, terminaram como vice-campeões, com 66 pontos.

No outro lado da ponte, no bairro do Estreito, a relação com o acesso estremeceu. A derrota do Figueirense para o Goiás dentro do Scarpelli abalou o vestiário e levou à coletiva pós-jogo, além de Milton Cruz, o presidente Cláudio Vernalha, o diretor Felipe Faro e o gerente de futebol e ídolo Fernandes. Apesar de toda tensão em torno do momento, a comitiva garantiu a permanência do técnico “até o final do ano”.

Atualmente com 30 pontos na 9ª posição, o alvinegro precisa emendar resultados positivos se quiser se reaproximar do bolo. Se comparar a campanha alvinegra com os times que subiram nos anos passados, todos tinham pontuações superiores a do Furacão.

Alerta ligado no Sul do Estado

O Criciúma, ainda em campanha de recuperação na competição, respira fora da zona do rebaixamento. No entanto, aparece com apenas um ponto a frente do 17º, o Brasil de Pelotas (RS), primeiro integrante da zona maldita. O Tigre é 14º, com 24 pontos e vem de uma derrota para a Ponte Preta, fora de casa, ainda no início da semana.

Se comparar às campanhas dos rebaixados em 2016 e 2017, o Tricolor possui uma pontuação pouco acima da espécie do “ponto de corte” a essa altura das competições.

O Luverdense, em 2017, tinha os mesmos 24 de hoje do time de Mazola Júnior, com a diferença que o representante de Lucas do Rio Verde (MT) era 16º na tabela. Os demais, Joinville, Tupi, Bragantino e Sampaio Corrêa em 2016; e Santa Cruz, ABC e Náutico em 2017, apareciam com números inferiores.

Os catarinenses – com seus planos e retrospectos em mãos – voltam à competição nesta terça-feira, em rodada cheia da Segundona. Avaí e Criciúma, por exemplo, rolam a bola às 19h15, respectivamente. O Leão recebe, no estádio da Ressacada, o Juventude. O Tigre, no Heriberto Hülse, joga contra o Coritiba.

O Figueirense começa um pouco mais tarde, às 20h30, contra o Boa Esporte, em Varginha (MG).

Times que subiram em 2016:

1º Atlético (GO) – 76 pontos

2º Avaí – 66 pontos

3º Vasco da Gama – 65 pontos

4º Bahia - 63

Pontuação deles ao final da 21ª rodada:

- Atlético (GO) – 37 pontos – 2º colocado

- Avaí – 26 pontos – 14º colocado

- Vasco – 41 pontos – 1º

- Bahia – 31 pontos – 6º

Times que desceram em 2016

17º Joinville - 40

18º Tupi (MG)  - 33 pontos

19º Bragantino – 32 pontos

20º Sampaio Corrêa (MA) – 27 pontos

 

Pontuação ao final da 21ª rodada

- Joinville – 21 pontos – 18º colocado

- Tupi – 19 pontos – 19º colocado

- Bragantino – 21 – 17º

- Sampaio Corrêa – 14 pontos – 20º

Times que subiram em 2017

1º América (MG) – 73 pontos

2º Internacional - 71

3º Ceará – 67

4º Paraná - 64

 

Pontuação ao final da 21ª rodada

- América – 40 pontos – 1º

- Inter – 39 – 2º

- Ceará – 34 – 4º

- Paraná – 31 – 7º

Times que desceram em 2017

17º Luverdense – 44 pontos

18º Santa Cruz - 37

19º ABC - 34

20º Náutico – 32

 

Pontuação ao final da 21ª rodada

Luverdense – 24 – 16º colocado

Santa Cruz – 23 – 17º colocado

ABC – 16 pontos – 20º colocado

Náutico – 17 pontos – 19º colocado

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade