Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Repescagem do Rio Pro tem show de Fanning, eliminação de brasileiros e queda de Parkinson

Saiba tudo que aconteceu no segundo dia de competição da etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe

LANCE!NET
Divulgação

 

Na primeira chamada do dia as ondas da Barra da Tijuca não estavam tão boas e a comissão técnica da WSL preferiu esperar um pouco para ver se as condições melhoravam. Na segunda tentativa, às 10h, o mar já estava melhor e a Liga Mundial de Surfe decidiu dar início à repescagem da etapa brasileira do mundial de surfe.

Já na primeira bateria show de tricampeão com direito a melhor nota da etapa. Duelando com o brasileiro David do Carmo, Mick Fanning pegou um tubo que lhe rendeu 9.80, a maior nota do Rio Pro até o momento.

Na segunda bateria mais brasileiro na água e outra eliminação, Alex Ribeiro foi eliminado pela promessa havaiana John John Florence.

 

 

Terceiro brasileiro na água, Alejo Muniz acabou sendo eliminado pelo veterano Taj Burrow por apenas 0.54 de diferença. Na quarta bateria mais um australiano classificado, Josh Kerr eliminou o americano C. J. Hobgood. Na quinta bateria mais uma boa nota, Ricardo Christie achou uma boa onda e arrancou 9.17 dos juízes.

No duelo de americanos da sexta bateria uma virada no fim, Nat Young conseguiu 8.17 nos minutos finais e eliminou o compatriota Brett Simpson. Na bateria seguinte o ídolo australiano Julian Wilson teve dificuldade em encontrar boas onda e foi eliminado pelo havaiano Dusty Payne com um placar abaixo do esperado, 9.23 contra 8.00. 

Na oitava bateria uma cena inusitada, em disputa contra o havaiano Keanu Asing, o campeão Joel Parkinson caiu do jet ski enquanto tentava ultrapassar a arrebentação.

A bateria estava muito disputada e os minutos que Joel perdeu poderiam ter feito diferença no placar final, Asing venceu por 9.60 contra 9.50. A nona bateria teve mais australiano classificado, Owen Wright eliminou o irlandês Glenn Hall.

O Brasil voltou à disputa na décima bateria, Miguel Pupo duelou com o australiano Adam Melling e não conseguiu se classificar. Nos segundos finais da bateria Pupo ainda pegou um belo tubo, mas não foi o suficiente para virar o placar.

Nas duas útlimas baterias mais Austrália, Kai Otton elimonou de virada o americano Kolohe Andino e Adrian Buchan venceu o havaiano Freddy Patacchia.

Os classificados da repescagem se juntam aos vencedores da primeira rodada para disputar a terceira fase, que dependerá das condições do mar para começar.

Os brasileiros Gabriel Medina, Adriano de Souza, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Wiggolly Dantas e Jadson André venceram na primeira rodada e se classificaram diretamente para a teceira fase. A próxima chamada do Oi Rio Pro será às 7h de quinta-feira.

FEMINNO

As mulheres não entraram no mar nesta quinta-feira, a comissão técnica não aprovou as condições do mar para a repescagem feminina e a próxima chamada será às 7h de quinta-feira.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade