Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Remo e xadrez de Florianópolis vencem competições e se destacam nos Jogos Abertos de SC

Redação ND
Florianópolis

A rivalidade entre os clubes de remo de Florianópolis apareceu com força na competição dos Jasc (Jogos Abertos de Santa Catarina), disputada nesta quinta-feira (17) no Alagado, represa localizada em Erval Velho. O Martinelli nas guarnições da Capital, e o Aldo Luz com Criciúma, determinaram o andamento da competição cujo domínio desde 2010 era repartido com o América, representando Blumenau, a última campeã.

Antonio Prado/Fesporte/Divulgação/ND
Competições ocorreram no Alagado, represa em Erval Velho

 

Florianópolis ganhou quatro das cinco provas do programa e recuperou o título da modalidade, somando 52 pontos contra 37 de Criciúma e 23 de Blumenau. Ricardo Muhle, Marco Moreira Martins (adultos) e Lucas Paulo Setúbal (junior), remadores experientes e campeões brasileiros em suas categorias, desequilibraram a disputa em favor de Florianópolis no Dois sem, Single-skiff, Double-skiff e Quatro-sem. A única vitória de Criciúma foi sobre Blumenau, com Pedro Morgado e José Vitor Farias, no Double-skiff-leve.

Ricardo Muhle, 27 anos, voltou a remar por Florianópolis e no Martinelli, depois de passar uma temporada no Rio de Janeiro competindo pelo Vasco. Começou a praticar esporte com 18 anos e venceu tantos Jogos Abertos que não consegue lembrar o número de títulos. “Acho que foram uns 12”, disse. Marco Martins tem 37 anos e também passou pelo Rio, mas no Flamengo. Depois de algum esforço de memória concluiu que tem 12 títulos nos Jogos Abertos.

Com 4,6 mil atletas de 78 municípios catarinenses, a 55ª edição dos Jasc é uma realização do governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte e da Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte).

Capital e Rio do Sul conquistam o xadrez

Divulgação/ND
Equipe masculina de xadrez de Florianópolis recebe a premiação

 

Depois de oito dias de competições e com seis horas de jogo no último dia foram conhecidos nesta quinta-feira (17) os vencedores do xadrez da 55ª edição dos Jasc (Jogos Abertos de Santa Catarina), em Joaçaba. Florianópolis foi o campeão geral entre os homens ao somar 23 pontos. Os campeões venceram seis das sete rodadas que disputaram e empataram uma.

O time da Capital foi formado por Gilberto Milos, Felipe de Cresc El Debs, Everaldo Matsuura, César Umetsubo, Kaiser Luiz Mafra e Marcelo Pomar. A competição foi marcada por um grande nível técnico, já que dos 11 grandes mestres do Brasil (o mais alto grau que o jogador pode obter) cinco estavam disputando os Jasc, sendo três por Florianópolis (Gilberto, Felipe e Everaldo).

Na segunda colocação no masculino ficou Itajaí com 21 pontos e em terceiro Joinville, também com 21 pontos, mas, como os jonvilenses perderam na segunda rodada para os itajaienses, ficaram em terceiro.

Entre as mulheres o troféu de campeão geral foi conquistado por Rio do Sul, ao somar 21 pontos, depois da equipe vencer cinco das seis rodadas. O time campeão formou com Vanessa Feliciano, Vanessa Gazola, Sara Martins, Aghata Nunes e Anne Caroline Nardelli. No segundo lugar na classificação geral entre as mulheres ficou Itajaí, com 20,5 pontos, e Concórdia, em terceiro, terminou com 19,5 pontos.

Ao fazer um balanço do título Marcelo Pomar, de Florianópolis, disse que o time da Capital fez um bonito papel na competição. “Empatamos um e vencemos os demais seis jogos, então saiu tudo como havíamos planejado”, disse. Vanessa Feliciano, de Rio do Sul, também enfatizou que o conjunto foi o ponto forte da equipe. “Conseguimos superar grandes adversários em um torneio extremamente forte tecnicamente”, destacou a campeã.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade