Publicidade
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 23º C
  • 18º C

Raio-x da dupla: dono de casa imponente recebe visitante indigesto

Figueirense e Avaí jogam neste sábado, às 16h30 e colocam à prova suas melhores versões em nome de mais três pontos na Série B 2018

Diogo de Souza
Florianópolis
10/05/2018 às 21H58

O título de campeão Catarinense 2018, por si só, já seria o suficiente para chancelar a temporada de afirmação do Figueirense. Mais que isso, a campanha do alvinegro dentro do estádio Orlando Scarpelli dá margem para o torcedor sonhar com o esperado retorno à Série A ao final do ano. Neste sábado, o Furacão coloca à prova os quase 70% de aproveitamento em seus domínios frente ao seu maior rival, Avaí, a partir das 16h30.

A pré-temporada do bairro do Estreito foi marcada por trabalho intenso, pelo discurso de hegemonia dentro do Estado e, sobretudo, diante do seu torcedor. Os números, até aqui, confirmam um time forte principalmente dentro do Scarpelli. Em 13 jogos o time de Milton Cruz somou nove vitórias, três empates e uma derrota. Foram 14 gols marcados e apenas cinco sofridos em um aproveitamento total de 69,9% dos pontos disputados.

Um dos pilares desse Figueirense está sob as traves. Denis, aos 31 anos, garante viver o melhor momento da carreira depois de ser revelado pela Ponte Preta e participar – à sombra de Rogério Ceni – de quase uma década no São Paulo. O jogador conta com a confiança de um elenco que entende como o “melhor” em que já trabalhou. “É o melhor elenco que já trabalhei na carreira, não há vaidade”, elogiou o camisa um em entrevista concedida na última quarta-feira.

Denis fez mais de quatro grandes defesas e soltou o grito de campeão - Tarla Wolski/Futura Press - Folhapress/ND
Denis fez mais de quatro grandes defesas e soltou o grito de campeão - Tarla Wolski/Futura Press - Folhapress/ND



Visitante indigesto

O ano no Sul da Ilha pode até ser de incertezas depois de um 6º lugar no estadual e até a substituição de Claudinei Oliveira por Geninho no comando do elenco. Entretanto, é inegável a condição do Leão como visitante indigesto. A campanha longe do estádio da Ressacada de pouco mais de 53%, inclusive, é superior ao desempenho em casa já que a última vitória foi registrada há quase dois meses, dia 15 de março, contra o Fluminense.

O único triunfo azurra na Série B foi longe de Florianópolis e também por isso o clube aposta no seu poder de fogo para surpreender o seu maior rival. O Avaí anotou 20 gols fora de casa e sofreu outros 14. São oito vitórias em 15 jogos, com dois empates e cinco derrotas. O principal nome desse visitante inconveniente é o atacante Romulo, 24 anos, que, desde que subiu para o profissional em 2014, vive seu melhor momento. Embora por vezes contestado pelo torcedor, o camisa 9 marcou seis vezes longe da Ressacada na atual temporada.

Depois do treinamento fechado desta quinta-feira, o Leão da Ilha volta ao trabalho sexta, na última etapa da preparação para o jogo contra o Figueirense.

Romulo sai para o abraço após empatar a 1ª vez - Frederico Tadeu/Avaí FC/divulgação
Romulo sai para o abraço após empatar a 1ª vez - Frederico Tadeu/Avaí FC/divulgação



Publicidade

1 Comentário

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade