Publicidade
Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Paraciclista catarinense cego coleciona títulos e dá exemplo de vida

Alírio Seidler recentemente foi campeão da segunda etapa da Copa do Brasil de Paraciclismo, em São Paulo

Redação ND
Florianópolis
22/07/2018 às 21H35

O catarinense Alírio Seidler, 45 anos, sagrou-se campeão na etapa nacional de Paraciclismo, na segunda fase da Copa do Brasil da modalidade, em São Paulo. Natural de Águas Mornas e morador de Florianópolis, Alírio é deficiente visual desde os 13 anos, pedala desde 2011 e deixa um rastro de superação e bom exemplo.

“Pedalar me dá uma sensação muito boa, e uma vontade de fazer sempre o meu melhor”, descreve Alírio.

Apaixonado por ciclismo, o paratleta divide seu tempo entre o trabalho como telefonista na SDS (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável) e os treinos para os campeonatos de paraciclismo que participa. O sorriso estampado no rosto revela o orgulho com a mais nova medalha que ganhou destaque na parede da casa: o primeiro lugar da segunda etapa no campeonato nacional da Copa Brasil de Paraciclismo.

Alírio começou a pedalar a partir de um convite inesperado de um amigo, Ricardo Carvalho, que o chamou para fazer parte do projeto Novo Horizonte, que reúne ciclistas, todos com deficiência visual, aos sábados para pedaladas pelas ruas e lugares de Florianópolis. Ele conhece de um modo singular cada lugar da ilha de Santa Catarina. O barulho do vento, o cheiro do mar, o calor do sol, são percepções que o ajudam a gravar na memória, cada lugar que já passou.

“Foi uma atividade que foi se tornando muito gratificante, comecei a servir de exemplo para outras pessoas”, lembra Alírio.

Com bicicletas adaptadas no modelo conhecido como “tandem”, com bancos duplos, eles contam com guias nos pedais. O modelo requer mais força na pedalada, conforme lembra Alírio. Otávio dos Santos, conhecido por Tavinho, é o seu guia de ciclismo paralímpico e o acompanha nas competições.

O atleta, focado em ganhar a etapa final do Campeonato Brasileiro e ser o campeão de 2018, tem intensificado os treinos. Para isso, acorda todos os dias as 6h para conciliar a rotina de trabalho, academia e treinos.

Paraciclista Alírio Seidler - divulgação/ND
Paraciclista Alírio Seidler - Divulgação/ND



Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade