Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

O perfil dos jogadores e comissão técnica da Chape que sofreu o acidente na Colômbia

De 'santo' goleiro a técnico em ascensão: conheça mais sobre os heróis do Verdão do Oeste que embarcaram rumo ao sonho do primeiro título internacional

Redação ND
Florianópolis
29/11/2016 às 20H56

O acidente com o avião que transportava a delegação da Chapecoense e que chocou o mundo nesta terça-feira (29), levou atletas promissores de um time que vivia o seu auge - pela primeira vez, um clube catarinense disputava a final da Copa Sul-Americana. A tragédia ocorreu na viagem rumo à cidade de Medellín, na Colômbia, onde seria disputada a primeira partida da decisão do campeonato. No acidente também morreram jornalistas e convidados, além de nove tripulantes.

>> Autoridades da Colômbia encerram buscas e confirmam mortos em acidente com avião da Chape

Inicialmente foi divulgada lista com 81 passageiros, mas quatro pessoas não embarcaram por diferentes razões. Entre os sobreviventes estão os jogadores Alan Ruschel, Jackson Follmann e o zagueiro Neto, que foi resgatado próximo à fuselagem. Uma comissária e o jornalista Rafael Henzel também sobreviveram ao acidente. O goleiro Danilo foi resgatado com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda pela manhã. 

Conheça mais sobre os heróis do Verdão do Oeste

Ananias - Divulgação/ND
que

Ananias
Ananias Eloi Castro Monteiro, o Ananias, 27
Posição: Meia
Nasceu em São Luís (MA)
Clubes: Bahia, Portuguesa (SP), Cruzeiro (MG),  Sport (PE) e Chapecoense

Ananias ficou conhecido por marcar o primeiro gol do Allianz Parque, em 2014, quando o Sport bateu o Palmeiras por 2 a 0. Neste ano, o meia fez o primeiro gol da Chapecoense fora de casa pela Copa Sul-Americana. Foi no empate em 1 a 1 contra o San Lorenzo, na primeira partida da semifinal. Ele fez 11 gols pela Chape nos últimos dois anos.

Arthur Maia - Divulgação/ND

Arthur Maia
Arthur Brasiliano Maia, 24
Posição: Meia
Nasceu em Maceió (AL)
Clubes: Vitória, Joinville, América (RN), Flamengo (RJ), Kawasaki (Japão) e Chapecoense.

Arthur Maia estava emprestado para a Chapecoense até o fim de 2016. Revelado pelas categorias de base do Vitória, Arthur Maia, embora fosse tratado como uma joia, nunca conseguiu emplacar no clube baiano.

Bruno Rangel - Divulgação/ND


Bruno Rangel
Bruno Rangel Domingues, 34
Posição: Centroavante
Nasceu em Campos (RJ)
Clubes: Goytacaz, Americano, Ananindeua, Macaé, Boavista, Baraúnas, Águia de Marabá, Paysandu, Guarani, Joinville, Metropolitano, Al-Arabi e Chapecoense.

Bruno Rangel é o maior artilheiro da história da Chape com 43 gols. Ele também foi o goleador do Catarinense deste ano com 10 gols. O atacante foi o único atleta do time do Oeste a marcar três gols em uma única partida pelo Brasileiro da Série A, no 1º de junho de 2016, contra o Coritiba.

Marcos Danilo Padilha - Divulgação/ND


Danilo
Marcos Danilo Padilha, 31
Posição: Goleiro
Nasceu em Cianorte (PR)
Clubes: Cianorte, Engenheiro Beltrão, Nacional de Rolândia, Paranavaí, Operário de Ponta Grossa, Arapongas, Londrina e Chapeconse.

Herói da classificação da Chape à final da Copa Sul-Americana. Aos 48 minutos do 2º tempo da semifinal contra o San Lorenzo, o goleiro “São Danilo” fez uma defesa inacreditável com os pés e colocou o time do Oeste catarinense na final histórica. Ele também brilhou nas oitavas de final diante do Independiente, pegando quatro cobranças nas disputas de pênaltis. No primeiro semestre deste ano, Danilo conquistou o título do Campeonato Catarinense, o único da carreira.

Ailton Cesar - Divulgação/ND


Ailton Canela
Ailton Cesar Junior Alves da Silva, 22
Posição: Atacante
Nasceu em Matão (SP)
Clubes: Inter de Bebedouro, Vitória (ES), Monte Azul, Olímpia, Botafogo (SP), Cianorte e Chapecoense.

Ailton Canela fez 39 jogos como profissional em sua curta carreira e marcou quatro gols, sendo dois pelo Monte Azul e dois pelo Botafogo (SP). Pela Chapecoense, o atacante fez seis partidas oficiais nos últimos dois anos.

Dener Assunção - Divulgação/ND


Dener
Dener Assunção Braz, 25
Posição: Lateral-esquerdo
Nasceu em Bagé (RS)

Clubes: Grêmio, Guarany de Bagé, Veranópolis, Vitória, Caxias, Ituano, Coritiba e Chapecoense.
O lateral fez 76 jogos pela Chapecoense. Durante os dois anos no time do Oeste catarinense, ele fez um gol e deu seis assistências. Dener foi campeão Paulista pelo Ituano, em 2014, e Catarinense pela Chape, em 2016.

.

Felipe Machado - Divulgação/ND


Filipe Machado
Filipe José Machado, 32
Posição: Zagueiro
Natural de Gravataí (RS)
Clubes: Internacional, Fluminense, Esportivo, Pontevedra,CSKA Sófia, Salernitana, Inter Baku, Al Dhafra, Duque de Caxias, Resende, Guaratinguetá, Al-Fijairah SC, Macaé, Saba qom e Chapecoense.

O zagueiro ganhou destaque quando conquistou o acesso da Série C para a Série B pelo Macaé. Ele fez 153 partidas como profissional e marcou três gols, sendo um pela Chapeconse. É dele o vídeo gravado dentro da aeronave durante um dos trechos da viagem, onde ele brinca dizendo que vôo passaria pelo Acre, em virtude da distância..

Gimenez - Divulgação/ND


Gimenez
Guilherme Menezes de Souza, 21
Posições: Lateral-direito e volante
Natural de Ribeirão Preto (SP)
Clubes: Comercial, Botafogo (SP), Goiás e Chapecoense.

O jovem atleta fez 88 partidas como profissional e marcou um gol. Foram 51 jogos pela Chapecoense, onde conquistou o Catarinense de 2016.

Kempes - Divulgação/ND


Kempes
Everton Kempes dos Santos Gonçalves, 34
Posição: Atacante
Natural de Carpina (PE)
Clubes: Paraná, Vitória (ES), Sertãozinho, 15 de Novembro, Ceará, Caxias, Ipatinga, Criciúma, Portuguesa, Novo Hamburgo, Ceará, América Mineiro, Cerezo Ozaka, JEF United, Joinville e Chapecoense.

Kempes foi uma das principais contratações para a temporada 2016. O atacante ganhou a vaga do ídolo Bruno Rangel e vinha se destacando no time. Ele fez 323 jogos como profissional e fez 97 gols. Na Chapecoense, ele balançou as redes 16 vezes e foi campeão Catarinense neste ano. Há 10 anos, ele também foi campeão Capixaba pelo Vitória.

Lucas Gomes - Divulgação/ND


Lucas Gomes

Lucas Gomes da Silva, 26
Posição: Atacante
Natural de Bragança (PA)
Clubes: Bragantino (PA), São Raimundo, Trem, Castanhal, Ananindeua, Tuna Luso, Londrina, Sampaio Corrêa, Icasa, Fluminense e Chapecoense.

O atacante conquistou um acesso da Série C para a Série B pelo Sampaio Corrêa, em 2013. No ano seguinte, ele foi campeão paranaense pelo Londrina e, em 2016, levantou o caneco do Catarinense pela Chapecoense. Ele foi contratado em janeiro deste ano pelo clube do Oeste catarinense.

Neto - Divulgação/ND


Neto
Hélio Hermito Zampier Neto, 31
Posição: Zagueiro
Natural do Rio de Janeiro
Clubes: Vasco, Paraná, Francisco Beltrão, Cianorte, Guarani, Metropolitano, Santos e Chapecoense.

Contratado pela Chape em fevereiro de 2015, o zagueiro Neto defendeu o clube em 21 partidas nesta temporada e marcou um gol no Catarinense. Além do título de campeão Catarinense neste ano pela Chapecoense, ele levantou o caneco do Paranaense pelo Paraná em 2006.

William Thiego - Divulgação/ND


Willian Thiego
Willian Thiego de Jesus, 30
Posição: Zagueiro
Natural de Aracaju (SE)
Clubes: Sergipe, Grêmio, Kyoto Sanga, Bahia, Ceará, Figueirense, Khazar Lankaran e Chapecoense.

Foi lançado como atleta profissional pelo Grêmio em 2007 e conquistou o título Gaúcho. Ele fez 225 jogos como profissional e marcou 17 gols, sendo três pela Chapecoense. Em 2012, ele foi campeão Cearense pelo Ceará e foi eleito um dos melhores zagueiros da competição. Neste ano, ele também participou do título Catarinense da Chapeconse.

Thiaguinho - Divulgação/ND


Tiaguinho
Tiago da Rocha Vieira, 22
Posição: Atacante
Natural de Trajano de Moraes (RJ)
Clubes: XV de Piracicaba, Metropolitano, Cianorte e Chapecoense.

O atacante fez 51 jogos como profissional e marcou 11 gols, sendo quatro pela Chapecoense. Ele disputou o Estadual pelo Metropolitano e balançou as redes cinco vezes neste ano. Ele é uma das principais opções de ataque do técnico Caio Júnior.

Alan Ruschell - Divulgação/ND


Alan Ruschel
Alan Luciano Ruschel, 27
Posição: Lateral-esquerda
Natural de Nova Hartz (RS)
Clubes: Juventude, Pelotas, Luverdense, Internacional, Atlético-PR e Chapecoense.

Marcelo Augusto - Divulgação/ND


Marcelo Augusto
Marcelo Augusto Mathias da Silva, 25
Posição: zagueiro
Natural de Juiz de Fora (MG)
Clubes: Macaé, Volta Redonda, Cianorte, Flamengo e Chapecoense.

Marcelo iniciou sua carreira no futebol aos 19 anos nas categorias de base do Macaé (RJ). Ele chegou a abandonar o futebol após promessas não cumpridas de dirigentes e problemas por lesão. Voltou aos gramados por esforço do pai, que o convenceu a aceitar convite da equipe Volta Redonda. Antes de assinar com o time catarinense, jogou pelo Cianorte (PR) e Flamengo (RJ).

Mateus Caramelo - Divulgação/ND


Mateus Caramelo
Mateus Lucena dos Santos, 22
Poisção: Lateral-direito
Clubes: Mogi Mirim, São Paulo, Atlético-GO e Chapecoense.

Atleta do São Paulo, o lateral tinha contrato com a Chapecoense até o final desta temporada. Ele foi revelado pela equipe do Mogi Mirim, onde se destacou durante o Campeonato Paulista de 2013. No mesmo ano, foi contratado pelo São Paulo, mas pouco aproveitado seria emprestado ao Atlético-GO. Pela Chapecoense, o atleta teve duas passagens por empréstimo. A última iniciou em agosto deste ano.

 -


Cléber Santana
Cléber Santana Loureiro, 35
Posição: Meia
Natural de Abreu Lima (PE)
Clubes: Sport, Vitória, Kashiwa Reysol, Santos, Atlético de Madrid, Mallorca, São Paulo, Atlético-PR, Avaí, Flamengo, Criciúma e Chapecoense.

Experiente e versátil, Cléber Santana atuava nas posições de meia e volante. Após se destacar pelo Santos, assinou contrato com o Atlético de Madrid, da Espanha. Na Europa, o atleta se destacaria no Mallorca, onde atuou por empréstimo e marcou um dos mais belos gols de sua carreira, ao driblar vários jogadores da defesa do poderoso Real Madrid e encobrir o goleiro com um chute colocado. De volta ao Brasil, atuou pelo São Paulo. Depois, por empréstimo iniciaria a sua passagem por Santa Catarina. Ele foi bicampeão catarinense, pelo Avaí e pela Chapecoense, e também conquistou os títulos estaduais de São Paulo, de Pernambuco e da Bahia.

Gil - Divulgação/ND


Gil
José Gildeixon Clemente de Paiva, 29
Posição: Volante
Natural de Santo Antônio (RN)
Clubes: URT, Santa Cruz, Mogi Mirim, Guaratinguetá,Vitória, Santo André, Ponte Preta, Coritiba e Chapecoense.

Iniciou a carreira no interior de Minas e seguiu para o Santa Cruz, de Recife. Atuou no interior paulista e se destacou pela Ponte Preta. Na temporada de 2011 transferiu-se para o Coritiba, onde atuaria o ano passado. Na Chapecoense, garantiu a titularidade e estava próximo de completar 100 jogos pelo clube do Oeste catarinense. Ele foi bicampeão Paranaense pelo Coritiba e levantou o caneco desta temporada pela Chape.

Matheus Biteco - Divulgação/ND


Matheus Biteco
Matheus Bitencourt da Silva, 21
Posição: Volante
Natural de Porto Alegre (RS)
Clubes: Grêmio, Barra e Chapecoense.

Formado nas categorias de base do Grêmio, o jovem tornou-se pai com o nascimento do filho há quatro meses. O volante foi descoberto por um olheiro quando jogava futebol de salão em uma quadra de Porto Alegre, ainda criança. Biteco fez sua estreia pela equipe profissional gaúcha em 2013. Pela categoria de base da seleção brasileira, venceu o Torneio Internacional de Toulon, com a responsabilidade de ser o capitão da equipe. Emprestado pelo Hoffenheim, da Alemanha, o atleta chegou à Chapecoense em junho deste ano e foi relacionado para a última partida da equipe pela Copa Sul-Americana, contra o argentino San Lorenzo.

Sérgio Manoel - Divulgação/ND


Sérgio Manoel
Sergio Manoel Barbosa Santos, 27
Posição: Volante
Natural de Xique-Xique (BA)
Clubes: Atlético Araçatuba, Nacional, Rio Preto, Mirassol, Coritiba, Atlético-GO, Payssandu, Água Santa e Chapecoense.

Sergio Manoel iniciou a carreira no interior de São Paulo. O atleta reforçou a equipe de Chapecó em maio de 2016. Com contrato até o fim do ano, ele também defendeu o Mirassol, Paysandu e Atlético-GO. Na última partida da equipe pela Copa Sul-Americana, contra o San Lorenzo, ele entrou em campo no lugar de Gil. Considerado promissor no início da carreira, o volante sofreu com duas graves lesões no joelho.

Josimar (Novo) - Divulgação/ND


Josimar 
Josimar Rosado da Silva Tavares, 30
Posição: Volante
Natural de Pelotas (RS)

Em 2009, o volante Josimar foi emprestado pelo internacional ao Brasil de Pelotas em um gesto solidário, que envolveu outra tragédia com vítimas. O ônibus da equipe do interior do estado havia caído em um barranco na cidade de Canguçu, deixando três mortos e vários atletas feridos. Com dificuldades para se reerguer, remontar o elenco e disputar o campeonato gaúcho, a equipe de Pelotas recebeu atletas por empréstimos, como Josimar, cedidos por clubes maiores. O atleta surgiu no Internacional e atuou em equipes como Fortaleza, Ponte Preta e Palmeiras. Ele chegou à equipe do Oeste catarinense como reforço para a temporada de 2016 e vinha atuando como titular.

Follman - Divulgação/ND


Follmann
Jakson Ragnar Follmann, 24
Posição: Goleiro
Natural de Alecrim (RS)
Clubes: Juventude, Grêmio, Linense, URT e Chapecoense.

Follmann chegou à Chapecoense em maio para ser reserva do goleiro Danilo. Cria das categorias de base do Grêmio, ele atuou pelo juventude e equipes do interior de Minas Gerais e São Paulo. Em Boa Vista do Buricá, Noroeste do Rio Grande do Sul, familiares do jogador agradeciam pelo "milagre" após receber a notícia de que o goleiro não estava na lista de mortos.

Caio Junior - Divulgação/ND


Caio Júnior
Luiz Carlos Saroli, 51
Função: Técnico
Natural de Cascavel (PR)

Técnico em ascensão, Caio Júnior atuou como atacante até o final da década de 1990, com passagens destacadas pelo Grêmio e clubes de Portugal. Ele iniciou a carreira de treinador no Paraná, poucos meses após a aposentadoria como atleta. Na segunda passagem pela equipe paranaense, destacou-se ao conseguir vaga para a Taça Libertadores da América em 2006, feito que o credenciou para ser contratado pelo Palmeiras na temporada seguinte. Também treinou equipes no Japão, Catar e Emirados Árabes. Em junho de 2016, assinou contrato com a Chapecoense, equipe que conseguiu levar para a final da Copa Sul-Americana.

Eduardo Preuss - Divulgação/ND


Cadu Gaúcho
Eduardo Luiz Preuss, 36
Função: Gerente de Futebol
Natural de Venâncio Aires (RS)

Cadu passou por equipes do Rio Grande do Sul e Santa Catarina como jogador profissional, encerrando a carreira na própria Chapecoense, em 2010. Capitão e líder do grupo na época, ele foi convidado para assumir a função de gerente de futebol do time catarinense.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade