Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Osvaldo Juncklaus, novo presidente da Fesporte, quer recuperar imagem da fundação

Servidor de carreita e ex-atleta de basquete, ele é natural de Tubarão e tem 49 anos

Daniel Silva
Florianópolis

A Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte) não perdeu tempo para anunciar o novo presidente. Marcelo Kowalski pediu exoneração do cargo nesta quinta-feira pela manhã, por motivos de saúde, e poucas horas depois a entidade divulgou o seu novo gestor.

Osvaldo Juncklaus, 49 anos, natural de Tubarão, recebeu o convite do governador Raimundo Colombo para assumir o posto e deve começar os trabalhos na terça-feira (8). Servidor de carreira da Fesporte, o agora presidente foi jogador de basquete e participou de dez edições dos Jogos Abertos de Santa Catarina como atleta.

Antônio Prado/Divulgação Fesporte
Osvaldo Juncklaus (à direita) é servidor de carreira da Fesporte 


Pós-graduado em Gestão do Esporte, o presidente revelou ao Notícias do Dia que a ficha ainda não caiu. Agradecido pela oportunidade, Juncklaus disse que o objetivo é recuperar o prestígio da Fesporte. “Às vezes precisamos chegar ao fundo do poço para resgatar tudo o que essa casa fez pelo esporte catarinense. A Fesporte tem um nome consolidado na sociedade. Com a valorização dos eventos, a aproximação das federações, vamos construir uma nova realidade. O desafio é esse”, afirmou o novo presidente, que atuava como analista técnico em Gestão do Esporte na entidade em que trabalha desde 1995. 

Outro desafio do presidente da Fesporte é reformular o calendário de eventos para que situações como o cancelamento (já revertido) da Olesc não se repita. Juncklaus não confirmou, mas sinalizou com a realização da competição na cidade de Jaraguá do Sul.

“A retomada da Olesc é extremamente positiva, com uma nova formatação proposta pela Fesporte. Ela seria disputada em nove dias, em Curitibanos, e passou para sete em uma cidade maior, para cumprir um compromisso assumido ainda no ano passado pelo Governo. Temos que rever o calendário para não cometermos o mesmo erro”, salientou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade