Publicidade
Segunda-Feira, 12 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Nova dupla de ataque do Figueirense diante do Flamengo no Orlando Scarpelli

Somália deve jogar ao lado de Júlio César no domingo

Daniel Silva
Florianópolis

O atacante Somália mal chegou ao Figueirense e já entrara em campo pelo Alvinegro. O novo reforço do clube deve formar dupla com Júlio César na frente, na partida contra o Flamengo, neste domingo, às 16, no estádio Orlando Scarpelli. Como vinha atuando no Duque de Caxias, pela Série B do Campeonato Brasileiro, ritmo de jogo e condição física não serão problemas para o veterano, que tem 17 gols marcados na temporada. No treino de ontem, Jorginho escalou os dois e trocou Somália por Fernandes na segunda etapa das atividades.

 

O atacante Júlio César tem boas recordações do Flamengo. Quando atuou no Fluminense, entre 1999 e 2002, o jogador fez a sua estreia como profissional contra o rubro-negro e fez o seu primeiro gol também contra o Flamengo. O atacante confia no seu retrospecto para conquistar um bom resultado no Scarpelli. “Meu primeiro jogo no profissional foi contra o Flamengo. Tive a felicidade de entrar, fazer um gol e sairmos vitoriosos, então tenho boas recordações. No domingo espero fazer mais um bom jogo para sair com uma vitória”, disse.

 

Invicto no Campeonato Brasileiro, o Flamengo só perdeu uma partida em 2011, na Copa do Brasil, para o Ceará. Apesar de os números intimidarem os adversários, Júlio César acredita que o Figueirense pode superar Ronaldinho Gaúcho e Cia. “O time está bem concentrado, sabemos que vamos disputar com um time muito difícil, mas estamos preparados, com a força da nossa torcida temos tudo para conseguir a vitória”, comentou. O único desfalque do Figueirense é o volante Ygor, suspenso. O titular deve ser Jackson, ao lado de Túlio.

 

Bruno de volta

 

Fora do time há quatro rodadas por conta de um estiramento muscular na coxa direita, o lateral direito Bruno não vê a hora de entrar em campo contra o Flamengo. O jogador falou sobre o tempo que esteve em recuperação e agradeceu ao departamento médico do clube. “É difícil. Ficamos ansiosos, é muito ruim. Preferimos estar lá dentro (de campo). Estava trabalhando forte. Todos que vêm me tratando estão de parabéns. Estou feliz de estar aqui de novo e poder contribuir com os meus companheiros”, contou.

 

Bruno elogiou o companheiro de posição Pablo, que está recuperado, e Coutinho, que foi improvisado no setor, e deixou a sua escalação para o técnico Jorginho. O lateral direito garantiu que está bem fisicamente e alegou que o mais importante é que o Figueirense saia vencedor no domingo, independente de quem atue no time. “Estou preparado, não estou sentindo nada. Comecei a treinar com bola pra ver se o Jorginho me bota lá dentro. Quem estiver pronto para jogar tem que chegar no campo e fazer com que o Figueirense vença e conquiste os três pontos”, concluiu.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade