Publicidade
Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 26º C
  • 17º C

No tie-break, Brasil é superado pela Argentina e fica com a prata

Depois de quatro vitórias, equipe verde e amarela acabou vendo o revés pelos Hermanos, por 3 sets a 2, na final da Copa Pan-Americana, no domingo<br>

LANCE!
Rio de Janeiro (RJ)

ARGENTINA 3x2 BRASIL (Foto: Divulgação)
ARGENTINA 3x2 BRASIL (Foto: Divulgação)


Depois de três resultados positivos na fase classificatória e mais um na semifinal, a Seleção Brasileira masculina acabou superada pela Argentina na grande decisão do campeonato que está sendo disputado em Veracruz, no México. Neste domingo, o grupo formado por jovens talentos do voleibol brasileiro sofreu o revés por 3 a 2, com as parciais de 27/25, 17/25, 22/25, 27/25 e 10/15. Cuba venceu Porto Rico e ficou com a terceira colocação do campeonato. O oposto Alan foi o maior pontuador do Brasil, com 19 acertos (16 de ataque, dois de bloqueio e um de saque), e o ponteiro Honorato marcou 18 vezes, todos de ataque.

Além da medalha de prata, dois jogadores do Brasil entraram para a seleção do campeonato. Flávio foi o melhor central e Alan foi eleito o melhor oposto e, ainda, encerrou a participação como o maior pontuador da Copa Pan-Americana, com 93 pontos.

- O campeonato foi muito disputado jogo por jogo isso é muito bom, principalmente para o time que está aqui. Estramos em um grupo mais novo, que veio para classificar o Brasil e para aprender, ganhar rodagem. Tenho certeza que todos nós aprendemos bastante e na próxima competição vamos estar ainda mais bem preparados - disse Alan.

O central Flávio também analisou a partida. O atleta elogiou a postura da equipe dentro de quadra e parabenizou o time pela partida bem jogada.

- Um jogo de 3 a 2 é sempre muito duro, disputado, e as duas seleções estavam muito bem. Foi uma partida realmente bem jogada. O que decidiu para o lado da Argentina foram os momentos de definição, que eles foram melhores. No tie break, eles começaram muito bem, abriram vantagem e, em um set curto, fica difícil de buscar - comentou.

PALAVRA DO TREINADOR - GIOVANE GÁVIO
Hoje, foi uma disputa bonita, mas com alguns erros que não poderiam acontecer, obviamente nos sets em que perdemos. Contra um time como a Argentina, que erra pouco, acabamos pagando um preço muito alto por isso. Mas, essa oportunidade foi muito importante. Uma pena não ter alcançado o lugar mais alto do pódio, mas vamos todos aprendendo. Fica a alegria de ter tido essa chance, e agradeço a oportunidade por essa missão

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade