Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Mãe de Guga Kuerten fala sobre os momentos ao lado do filho antes da abertura da Olimpíada do Rio

Tenista conduziu a tocha na entrada da arena do Maracanã e arrepiou o mundo

Diogo Maçaneiro
Florianópolis

O mundo viu Gustavo Kuerten entrar no Maracanã com a chama olímpica e emocionar a todos com seu carisma contagiante na abertura da Olimpíada do Rio de Janeiro. Às lágrimas, ele passou o fogo para a ex-jogadora de basquete Hortência e, por fim, Vanderlei Cordeiro de Lima, responsável por acender a pira, após 12 mil pessoas o terem conduzido.

Jonne Roriz/Exemplus/COB/ND
Guga em seu momento apoteótico no Maracanã

 

Mas nos bastidores, a emoção do tricampeão de Roland Garros começou bem antes do desfile triunfal no "Maior do Mundo". Guga interagiu com voluntários, brincou com todos e, sempre sorridente, não conteve as lágrimas quando teve sua tocha acesa minutos antes de saudar o público.

Ao seu lado em todos os instantes estava uma fiel companheira. Dona Alice Kuerten, mãe do ex-jogador acompanhou de perto os momentos que antecederam a entrada triunfal do filho. "Eu estive sempre perto dele. Quando me afastava e ele chamava para perto. Eu dizia para ele 'vai Guga, vamos lá!' para ele se sentir ainda mais feliz", relatou.

Segundo ela, o filho considerou aquele momento como a coroação de uma carreira vitoriosa. "No momento da entrada ele fez uma careta e disse: 'Vamos Brasil. A gente pode. Somos fortes'". O momento conturbado em que o país vive politicamente e a desconfiança do mundo em relação à organização dos Jogos foram os motivos para tamanha demonstração de força numa hora tão importante. "O fogo representou uma luz para o Brasil", completou Dona Alice.

Daniel Queiroz/ND
Dona Alice, como é conhecida, acompanha Guga no Rio de Janeiro até quinta-feira

 

Em entrevista após a cerimônia Guga seguia emocionado. "Esse é o Brasil bom. O Brasil tem muita capacidade. Nosso povo é muito bom e merece crescer cada vez mais", disse. Sobre as lágrimas, o manezinho foi autêntico, como sempre. "Esse é o meu coração. Esse é o Guga. Alegria e lágrimas juntos", concluiu. 

Dona Alice acompanha o filho até quinta-feira no Rio, mas depois volta a Florianópolis. Quem chega neste domingo para curtir os jogos com ele é o irmão Rafael e a família. Kuerten é comentarista de tênis numa emissora de tv por assinatura.

Confira o vídeo dos momentos que antecederam a ida de Guga ao centro do Maracanã:

 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade