Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 18º C

Livro resgata a história do futebol amador do Norte da Ilha em Florianópolis

Professor Maycon Oliveira lança publicação sobre as 42 equipes que disputaram a competição de 1984 a 2007

Michael Gonçalves
Florianópolis

A história do futebol amador de Florianópolis deve muito ao Campeonato do Norte da Ilha, que virou livro pelas mãos do professor de história Maycon Cassimiro Oliveira, 37. O lançamento aconteceu na noite desta sexta-feira (29), na sede do River, no bairro Rio Vermelho. O historiador reuniu dezenas de documentos e fotos, além das entrevistas com atletas, técnicos e presidentes. A pesquisa começa pelo campeonato de 1984 e segue até 2007.

Marco Santiago/ND
Professor pesquisou a fundo e contou com a ajuda de amigos para editar a obra

Maycon foi torcedor do Capivari, dirigente do Força Jovem e presidente da Cesani (Comissão Organizadora do Esporte Amador do Norte da Ilha). Natural de Florianópolis, o desportista foi criado no bairro Ingleses. “Nunca disputei campeonatos oficiais e meu primeiro contato com essa competição foi acompanhando os meus primos que jogavam no Capivari. Gostei do campeonato e coloquei o Força Jovem, que era um time do bairro com os jogadores que o Vila não aproveitava. A consequência foi me candidatar à presidência da Cofani (Comissão Organizadora do Futebol Amador do Norte da Ilha), onde permaneci de 2005 a 2007”, lembrou.

O objetivo de lançar o livro com 254 páginas e sobre as 42 equipes foi resgatar a história do primeiro campeonato organizado de futebol amador no Norte da Ilha. Para isso, o professor contou com a ajuda dos amigos e com recursos próprios. Maycon também foi o responsável pela mudança da Cofani para a Cesani.

"Causos" saborosos

Na obra, Maycon fez um breve relato sobre as 23 finais e apresentou súmulas, comunicações dos clubes e uma estranha confissão. No dia 8 de abril de 1990, a partida entre Florianópolis x Capivari terminou com pedras arremessadas contra a arbitragem. A equipe da Vargem do Bom Jesus (Florianópolis) teve um atleta suspenso pela Cofani em virtude da agressão contra o árbitro, mas o clube conseguiu a declaração de um torcedor confessando que jogou as pedras para absolver o jogador.

Reprodução Flávio Tin/ND
O Avante de 1987 venceu o Jurerê com os adversários atordoados pelo álcool 

Uma das histórias mais engraçadas no Campeonato do Norte da Ilha aconteceu no quadrangular final do campeonato de 1987. “No campo do Santa Cruz, da Vargem Grande, o Jurerê aguardava o Avante, mas o time de Santo Antônio de Lisboa não chegava. Com isso, os atletas do Jurerê achavam que venceriam por WO e foram beber. Alguns minutos mais tarde, o Avante aparece uniformizado e pronto para jogar. Os relatos apontam que o time do Jurerê, atordoado pela bebida alcoólica, perdeu por 2 a 0”, contou Maycon.

 

Serviço

O quê?

Lançamento do livro: “A história do futebol amador do Norte da Ilha”

Quanto?

R$ 25

Como comprar?

(48) 8454-5556    

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade