Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Lançamento do WTA Florianópolis terá a presença de Teliana Pereira, atual campeã do torneio

Presidente da Federação Catarinense de Tênis, Rafael Westrupp, dará entrevista coletiva na próxima segunda-feira (18), na sede da entidade, no bairro Agronômica

Daniel Silva
Florianópolis

Na última edição do Brasil Tennis Cup, disputado no Costão do Santinho Resort, no Norte da Ilha, Teliana Pereira era a número 80 do ranking da WTA (Associação de Tênis Feminino). Campeã do torneio em 2015, a atleta estará em Florianópolis na próxima segunda-feira (18), na sede da FCT (Federação Catarinense de Tênis) para falar do quarto evento consecutivo do WTA na Capital, que acontecerá entre 31 de julho e 5 de agosto.

O presidente da FCT, Rafael Westrupp, organizador do torneio, também participa da entrevista coletiva. O Brasil Tennis Cup distribuirá quase R$ 800 mil em premiação. 

Eduardo Valente/ND
Teliana Pereira é a atual campeã do WTA Florianópolis


Na semana anterior ao WTA Florianópolis ocorre o Aberto do Canadá, na cidade de Montreal. Criado em 1892, a Rogers Cup é o terceiro evento mais antigo do circuito – atrás de Wimbledon (1877) e Aberto dos Estados Unidos (1881). O presidente da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), Jorge Lacerda, acredita que a programação será cumprida mesmo com a proximidade com os Jogos Olímpicos.

A abertura será no dia 5 de agosto, mesma data da final do Brasil Tennis Cup. “Não podemos mudar a semana. O calendário do WTA é fixo. Elas sempre jogam e viajam no outro dia. É normal”, comentou o dirigente ao Notícias do Dia

A Olimpíada, inclusive, será um trunfo para a organização atrair um número maior de tenistas melhores ranqueadas. No ano passado, a alemã Tatjana Maria era a 64 do mundo. Pouco para quem teve Venus Williams (14ª) na primeira edição, em 2013, e as espanholas Garbiñe Muguruza (4ª) e Carla Suárez Navarro (11ª) no ano seguinte. Teliana Pereira, 27, está na 55ª (já foi 43ª) posição do ranking do WTA.

Outra novidade que pode ser anunciada por Westrupp é o retorno do torneio para a sede da entidade, no bairro Agronômica, justamente pelas quadras rápidas, piso utilizado para a Rio 2016. No Costão as partidas eram jogadas no saibro.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade