Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Jogadores do Figueirense dão recado a torcida antes do clássico decisivo do Catarinense

“Neste momento, todos nós acreditamos que é possível. E domingo vai ser o dia em que vamos escrever uma história diferente”, disse Fernandes

Marcone Tavella
Florianópolis
Marco Santigo/ND
Fernandes manda recado para a torcida

 

 

A sala de imprensa de do Centro de Formação e Treinamento do Cambirela terça-feira foi tomada pelo elenco, comissão técnica e diretores do departamento de futebol do Figueirense. Ao centro, o meia Fernandes deu um breve recado à torcida, em nome do grupo derrotado por 3 a 0 pelo Avaí, na Ressacada, no último fim de semana. “Domingo já ficou no passado e é história. Mas esta história ainda não teve o seu fim. Vai ser domingo, no dia 13, o seu capítulo final”, declarou um dos maiores ídolos da agremiação.
Foi um discurso pautado pela união, assistido pelo semblante sério dos demais companheiros, que aplaudiram ao final. O diretor e o gerente de futebol, Marco Moura Teixeira e Chico Lins, respectivamente, misturaram-se ao grupo de 32 jogadores. Somente o técnico Branco e o presidente Nestor Lodetti não acompanharam a fala do jogador, mesmo estando presentes no CFT. “Todo mundo queria e quer estar nesta decisão e não vai ser agora que a gente vai esmurecer. Este grupo é forte e já mostrou”, avisou Fernandes. 
Com todos no gramado, foi a vez do treinador conversar por cerca de 20 minutos com seus comandados sobre a semana mais difícil deste ano. O Figueirense precisa vencer por até três gols de diferença para levar a decisão da final do Catarinense para os pênaltis. O retrospecto de clássicos dentro de casa, como foi mostrado ontem aqui no Notícias do Dia, mostra que é possível tal feito. E pelo que foi apresentado na tarde de ontem, todo departamento de futebol acredita nisto. É aguardar para ver a resposta da torcida ao pedido do camisa 10.
“Contamos com a força de vocês, porque o Scarpelli lotado, com energia, com a vibração que vocês sabem fazer e nós dentro de campo, com toda raça e toda dignidade, principalmente, com muito amor a esta camisa, todos vamos fazer diferente.”
 “Neste momento, todos nós acreditamos que é possível. E domingo vai ser o dia em que vamos escrever uma história diferente”, disse Fernandes.


Aloisio fora

O artilheiro do time no ano com 14 gols, o atacante Aloisio está fora da decisão do próximo domingo contra o Avaí, às 16h, na Ressacada. O médico do Figueirense, Sérgio Parucker, informou ontem que o jogador tem um estiramento no músculo adutor da coxa direita, de grau 1, e ficará em tratamento por duas semanas no departamento médico do clube.
O atleta foi substituído com 19 minutos da primeira partida da final, na Ressacada, após sentir dores na coxa direita. De acordo com o doutor, esta é uma lesão diferente daquela que havia deixado o atleta de fora dos confrontos contra o Camboriú (returno) e Joinville (semifinal).
Escalado para o segundo jogo da semifinal, o atacante jogou os 90 minutos, fazendo dois gols e dando assistência para o terceiro, na vitória por 3 a 1. Na saída do gramado, o jogador disse ter jogado no sacrifício. “Claro que desgastou. Afastamos ele durante três dias dos treinamentos da semana passada, fizemos um exame na quarta-feira e estava tudo normal. Foi em um gesto, em uma situação de jogo, de um jogo tenso, que aconteceu esta lesão”, garantiu.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade