Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Igor Amorelli corre contra o tempo para se recuperar de grave acidente e disputar Ironman Floripa

Triatleta radicado em Balneário Camboriú sofreu uma queda de bicicleta há um mês e passou por cirurgia

Matheus Joffre
Florianópolis

Único brasileiro a vencer o Ironman Brasil, o triatleta Igor Amorelli precisará dar mais uma amostra de superação para disputar a prova que o colocou no seleto grupo de campeões em Florianópolis, em 2014. No último dia 20 de março, o mineiro radicado em Balneário Camboriú sofreu um grave acidente de bicicleta na BR 101 – quando pedalava até a Praia Brava, em Itajaí – e agora corre contra o relógio para se recuperar a tempo do Ironman que será realizado na capital catarinense no dia 29 de maio.

Divulgação
Triatleta caiu durante treino com a bicicleta na BR 101 e foi de encontro ao guard-rail

 

“Eu já estava em treinamento para o Ironman Brasil, pedalando na BR, olhei para baixo, não lembro, pois foi muito rápido, e passei com a roda da frente em alguma coisa, uma pedra ou pedaço de madeira, e meu braço caiu do clip e perdi o controle da bicicleta. Fui em direção ao guard-rail, capotei e bati na estaca que o prende ao chão. Quebrei o braço, bati a costela e as costas e fiquei com o corpo dolorido também”, contou o triatleta, que foi operado pouco mais de duas horas após o acidente.

Amorelli colocou duas placas e treze pinos e uma tala no braço esquerdo. Após três semanas de repouso, voltou a realizar treinos leves “para não ficar parado” e esta semana retomou a preparação para o Ironman, em paralelo ao trabalho de recuperação.

“Já estou correndo, nadando e pedalando. Pedal mais indoor, mas já estou indo de mountain bike na rua. A recuperação está muito boa. Estou me sentindo muito bem. Fiquei com os movimentos um pouco limitados por causa da cirurgia, mas já estou quase 100%. Estou fazendo bastante fisioterapia, osteopatia e um tratamento novo chamado REAC, que está ajudando bastante a acelerar a recuperação”, afirmou.

Reprodução Instagram
Igor Amorelli brinca com radiografia e braço fraturado em sua conta no Instagram

 

O triatleta sonha em disputar novamente o Mundial de Ironman de Kona, no Havaí, que este ano será no dia 8 de outubro, e sabe que terá menos tempo para garantir a classificação para a principal prova da temporada. Mas só pensa em participar do Ironman Florianópolis, caso possa competir em alto nível.

“Foi um susto, mas talvez eu não fique de fora do Ironman Brasil. Vamos esperar um pouco para decidir porque não quero fazer sem estar bem. Se for largar é para ir bem, ao contrário não vamos. Provavelmente vou fazer um Meio Ironman, em junho, e um Ironman, em julho. Mas, provavelmente, faça dois Irons para tentar classificar para Kona”, revelou. 

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade