Publicidade
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 23º C

Goleiro do Avaí, Kozlinski garante "secador ligado" contra a Ponte Preta nessa terça-feira

Partida da Macaca com o Coritiba é de suma importância para o plano do Leão de chegar à Série A em 2019

Redação ND
Florianópolis
13/11/2018 às 17H31

Secador ligado, esquecer o passado e vencer o próximo jogo. Esse é o roteiro do Avaí nessa semana pela Série B do Campeonato Brasileiro. A missão começa ainda nessa terça-feira (13), após o treinamento em Florianópolis. É certo que o programa de atletas, comissão técnica, funcionários e da torcida avaiana é de acompanhar, seja pela TV, rádio ou internet, a partida da Ponte Preta com o Coritiba e torcer muito por uma vitória coxa-branca sobre a Macaca, às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas. 

Kozlinski foi um dos destaques na vitória sobre o JEC, na quinta-feira - Jamira Furlani/Avaí/Divulgação
Kozlinski foi titular durante um bom tempo no Avaí, mas passou a ser reserva com a chegada de Aranha - Jamira Furlani/Avaí/Divulgação

"Não custa nada olhar... torcer pelo Coritiba para que  possa ganhar da Ponte e quem sabe tornar nosso caminho mais tranquilo, mas de nada adianta se a gente não fizer a nossa parte. Se a gente não trabalhar para vencer o jogo sábado. Eu vou olhar o jogo até para acompanhar a Ponte, que será nosso próximo adversário. Olhar o jogo e trabalhar durante a semana para que a gente possa ganhar o nosso jogo", afirmou o goleiro Kozlinski, em coletiva de imprensa nessa terça-feira.

Para ele, essa é "uma das mais importantes do ano". A declaração retrata o momento do Avaí, mas também deixa lições. O Leão precisa vencer o CSA em Maceió para seguir no G4 e vivo na luta elo acesso. Se o time depende apenas de suas forças, os tropeços recentes contra Oeste, Londrina e a derrota para o Fortaleza - todos em casa - trouxeram novos adversários para a briga ao acesso. Para driblar esse cenário a palavra é confiança: "Como os times que estão bem [mas abaixo do Avaí no G4] confiantes para subir. A gente que tá no G4 não pode ser diferente", afirmou o substituto de Aranha na meta avaiana. 

O Avaí é o quarto colocado na Série B com 57 pontos, um a mais do que a Ponte Preta e se o time campineiro vencer o paranaense tira o lugar do Leão na zona das equipes classificadas à elite em 2019, aumentando ainda mais a pressão para o duelo de sábado, no Nordeste.

Com o secador a postos, o desafio é esquecer o passado."Esses resultados que a gente não conseguiu conquistar ficaram no passado", garantiu o jogador. Ele garantiu também não estar preocupado com a desconfiança da torcida. "Eu procuro fazer o meu trabalho. Traquilo. Vários torcedores me apoiam, me mandam mensagem de apoio. Não sei se essa desconfiança ainda existe ou se ela diminuiu. Não sei como ela tá", afirmou.

Avaí e CSA se enfrentam nesse sábado, às 17h, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). O time alagoano também precisa de uma vitória para garantir por antecipação a vaga na Série A em 2019.

Acompanhe a coletiva do goleiro Kozlinski:

Publicidade

1 Comentário

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade