Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Fogo simbólico dos Jogos Abertos de Santa Catarina é aceso em Brusque

Evento marca o início dos Jasc, cujas disputas ocorrem de 6 a 16 de setembro, em Caçador

Redação ND
Florianópolis
30/08/2018 às 23H30

O acendimento da pira olímpica, na noite desta quinta-feira (30), em Brusque, marcou oficialmente o início da 58ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina. A cerimonia ocorre desde 1986 e anuncia a chegada do maior evento esportivo, que esse ano acontece de 6 a 16 de setembro, em Caçador. A neta de Arthur Schlosser, idealizados da competição, Eugênia Regina Niebuhr, fez o acendimento. O atleta caçadorense Rogério Cavalete recebeu a pira para trazê-la ao município-sede.

Fogo simbólico foi aceso em Brusque - Heron Queiróz/Fesporte
Fogo simbólico foi aceso em Brusque - Heron Queiróz/Fesporte



O prefeito de Caçador Saulo Sperotto destacou que o município está preparado para fazer os melhores jogos de história. Ele lembrou que desde 2005 vinha pleiteando a sede, conseguiu em 2012, mas em razão de questões eleitorais não teve como atingir o seu sonho. “Os Jasc são uma festa, alegria e confraternização, já que se trata de a maior competição do Brasil, que gera qualidade de vida”, comemorou. “Será uma satisfação receber a todos os catarinenses”.

A presidente da Fesporte (Fundação Catarinense de Esporte), promotora do evento, Natália Petry, ressaltou o sucesso dos Jasc de 2018, assegurado mesmo antes do seu início. “Teremos 121 municípios. Recorde depois que foram implantadas as fases seletivas, dos Jogos Micros e Regionais”. Para a dirigente isso é fruto do trabalho que começa na escola, com o professor de educação física, passando pelos dirigentes e os prefeitos. “Durante audiência no Comitê Olímpico Brasileiro, no Rio de Janeiro, colocamos a importância do esporte catarinense e por isso pedimos mais apoio”, destacou.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Valdir Walendowski, ressaltou que as competições organizadas pela Fesporte estão garantidas até o final do ano. Ele lembrou os jogos são momento marcantes para todos os catarinenses. “Comparo o Sol como uma bola de fogo e o Sol é vida”. Ele aproveitou para solicitar aos integrantes do Conselho Estadual de Desportos para que Brusque seja a sede dos Jasc de 2020. “O município sedia a cada 10 anos e nada mais justo que isso ocorra daqui a dois anos”.

Durante a solenidade a Fesporte entregou o Troféu de Honra ao Mérito. Foram homenageados a Unifebe, Federação Catarinense de Atletismo, Havan, Jornal O Município de Brusque, José Tadeu Ribeiro, Flávio Reitz, João Nicolack, Marizete de Oliveira, Rogério Cavalete, Scheila Finder, Soelito Gohr e Airton Schioquet.

Os Jasc são promovidos pelo Governo de Santa Catarina, por meio da Fesporte, em parceria com a Prefeitura de Caçador. Neste ano, a competição contará com a participação de 121 cidades, número recorde na história desde a implantação das fases seletivas dos micros e dos regionais.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade