Publicidade
Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 19º C

Florianópolis é vice-campeã do Brasileiro de Ginástica Rítmica

Competição reuniu mais de 250 atletas no ginásio do Instituto Estadual de Educação, neste fim de semana, na capital catarinense

Redação ND
Florianópolis
27/11/2017 às 16H37

A capital catarinense foi palco do Campeonato Brasileiro de Ginástica Rítmica “Ilona Peuker” neste fim de semana. Mais de 250 atletas disputaram o título da principal competição nacional da modalidade no ginásio do Instituto Estadual de Educação, entre sexta-feira (23) e domingo. A anfitriã Florianópolis manteve o bom desempenho e conquistou o vice-campeonato na categoria adulta. A equipe do Espírito Santo foi a grande campeã e a terceira colocação ficou com as paranaenses.

Conjunto de Florianópolis ficou com o vice-campeonato  no Brasileiro - Divulgação
Conjunto de Florianópolis ficou com o vice-campeonato no Brasileiro - Divulgação


Ao todo, o evento contou com 57 conjuntos entre diversas categorias, pré infantil, infantil, juvenil e adulto. A jovem Gabriela Nunes, de apenas 17 anos, chamou a atenção na equipe da ADIEE/Udesc Florianópolis. A manezinha, que treina ginástica rítmica desde os 10 e que passou a integrar a categoria adulta no ano passado, sonha em fazer parte da seleção brasileira no próximo ciclo olímpico e em cursar a faculdade de Medicina.

“São duas paixões e que vou tentar conciliar, mesmo sabendo que pra isso, vou precisar continuar abdicando de muita coisa, como aconteceu na última sexta-feira, quando meus amigos celebraram a nossa formatura no terceirão, e eu, estava focada e concentrada na disputa do Brasileiro. Integrar a próxima equipe do ciclo olímpico de ginástica também é um sonho e desafio”, afirmou.

A técnica da equipe de Florianópolis, Maria Helena Kraeski, destacou o apoio da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) e se colocou à disposição para sediar novos eventos da modalidade na Capital. "Como anfitriã, a equipe da ADIEE se sente muito lisonjeada em sediar a competição e receber esse grande número de atletas aqui em nossa casa. Da última edição para cá, percebemos uma evolução técnica muito grande, e isso refletiu no número de participantes e na qualidade das composições. Ficamos muito agradecidos pela confiança da Confederação e nos colocamos à disposição de parcerias futuras”, ressaltou.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade