Publicidade
Terça-Feira, 18 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 25º C
  • 16º C

Figueirense sai atrás, busca o empate com o Criciúma, mas segue fora do G4

Furacão conseguiu empatar o jogo na parte final da partida; apesar de um ponto pra cada lado, ambas as equipes não conseguiram atingir seus respectivos objetivos na tabela

Diogo de Souza
Florianópolis
05/07/2018 às 23H41
Criciúma x Figueirense, pela Série B 2018 - Fernando Ribeiro/Futurapress/Folhapress
Criciúma x Figueirense, pela Série B 2018 - Fernando Ribeiro/Futurapress/Folhapress


Criciúma e Figueirense empataram em 1 a 1 na noite desta quinta-feira (5), no estádio Heriberto Hülse, em jogo válido pela 14ª rodada da Série B. Apesar de somar um ponto, o alvinegro não alcançou o grupo dos quatro classificados à Série A 2019. O Furacão é 6º, com 22 pontos. O Criciúma também não conseguiu sair do Z4: É 18º, com 13 pontos. 

Embora toda a expectativa pelo jogo, seu caráter decisivo e a possibilidade de retomar um lugar entre os quatro primeiros, os primeiros movimentos do jogo indicavam maus ventos para o Figueirense, no Sul do Estado.

Com sete minutos de bola rolando, Pereira e Nogueira subiram para cortar uma bola e, na queda, pior para o volante que caiu sobre o seu corpo. Resultado: deslocamento do ombro esquerdo e substituição imediata.

A sequência mostrou um Criciúma marcando no campo de ataque e insinuante nos chutes de longa distância. Foram cinco conclusões na direção do gol de Denis sendo uma delas do meio-campo, em tentativa do atacante tricolor João Paulo.

Aos 29’, o prêmio para o time que mais tentou. João Paulo recebeu no meio-campo, deixou a dupla de zaga do alvinegro para trás, e tocou na saída de Denis. Golaço. 1 a 0.

O Figueirense até balançou as redes na primeira etapa, mas a arbitragem viu impedimento de André Luis, após bate-rebate dentro da área do Criciúma.

O intervalo fez bem para o time da Capital. O Criciúma recolheu suas linhas e chamou o Figueirense para dentro do seu campo. O “convite” foi aceito. André Luis, na risca da pequena área recebeu um cruzamento e, sozinho, tirou demais e cabeceou a direita do goleiro e capitão Luiz.

Aos 19’ da segunda etapa, o lance mais incrível. Escanteio para o Furacão do lado esquerdo onde a bola chegou para Nogueira que, de direita, furou, na sequência e agora com a perna esquerda, o defensor mandou um chute alto, fora do alcance de Luiz, que foi salvo pelo volante Eduardo que tirou em cima da linha.

Dez minutos depois, o prêmio para o zagueiro: Felipe Amorim cobrou falta do lado direito de ataque e encontrou Ygor Nogueira, na segunda trave, quase caindo, mandar de chapa para o fundo da rede. 1 a 1.

Os times trocaram ataques mas o placar se manteve inalterado. Fim de jogo e um ponto pra cada lado. 

O Figueirense volta a campo na segunda-feira (9), contra o Oeste, no estádio Orlando Scarpelli. O Criciúma espera até sexta (13) onde encara o Goiás, em Goiânia.

Ficha técnica:

Criciúma: Luiz; Sueliton, Nino, Fábio Ferreira e Marlon; Marlon Freitas (Jean Mangabeira), Luiz Fernando (Andrew), Eduardo e Élvis (Alex Maranhão); Vitor Feijão e João Paulo. Técnico: Mazola Júnior.

Figueirense: Denis; Diego Renan (Felipe Amorim), Cléberson, Nogueira e Lazaroni; Zé Antônio, Pereira (Matheus Sales), Renan Mota, João Paulo (Juninho) e Ferrareis; André Luis. Técnico: Milton Cruz.

Gols: João Paulo, aos 29/1°T; Nogueira 30/2ºT

Cartões amarelos: Sueliton, Marlon, Luiz Fernando, João Paulo (CRI); Nogueira, Matheus Sales, Renan Mota (FIG)

Arbitragem: Vinicius Furlan-SP; Herman Brumel Vani-SP e Luiz Alberto Andrini Nogueira-SP.

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC; Data: 05/07/2018

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade