Publicidade
Domingo, 18 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Figueirense joga pouco, perde a cabeça e o jogo na Curuzu

Furacão foi derrotado por 2 a 0 pelo Paysandu, em Belém (PA); time teve três jogadores expulsos em jogo polêmico

Diogo de Souza
Florianópolis
27/07/2018 às 23H46

O Figueirense jogou pouco, perdeu a cabeça e o jogo na noite desta sexta-feira (27) na Curuzu, em Belém (PA). O time de Milton Cruz foi batido por 2 a 0 pelo Paysandu e, mais uma vez, colocou a posição do G4 em risco. No quesito disciplinar outra derrota: três expulsões. O time se mantém, provisoriamente, como 3º colocado com os mesmos 28 pontos. O Papão, em luta árdua contra a degola, foi a 24 e subiu para 10º. 

A primeira etapa teve um grande destaque: o goleiro Denis. Se por um lado, expôs um atleta do Figueirense, por outro, trata-se do arqueiro da equipe e, mais que isso, denota uma superioridade do adversário.

E foi mesmo. O time da casa esbarrou no goleiro do Furacão em três grandes oportunidades. O técnico Milton Cruz, por entendimento de estratégia, entrou em campo com três volantes, ao optar por Matheus Sales na vaga de Maikon Leite.

O reflexo disso foi que, em todo o primeiro tempo, o alvinegro chamou o time da casa para dentro do seu campo. Foram 10 finalizações contra 2 do Figueirense.

A 11ª finalização, dessa forma, resultou em gol. Aos 5’ da segunda etapa, jogada do Papão pela direita com Nando Carandina que cruzou na medida para Pedro Carmona, da marca do pênalti, cabecear a direita de Denis. 1 a 0 e festa na Curuzu.

Imediatamente ao gol o técnico Milton Cruz tirou Patrick e lançou Juninho, para apostar na velocidade.

Aos 25’, o Paysandu quase chegou ao segundo gol. Em contra-ataque puxado pela esquerda o atacante Mike recebeu dentro da área e desperdiçou a oportunidade e a chance de matar o jogo.

A melhor chance do alvinegro tardou, mas chegou. Aos 30’, Ferrareis fez jogada individual pela esquerda, puxou pro meio e bateu no canto direito do goleiro Renan, que fez grande defesa.

Paysandu x Figueirense, pela Série B - Paysandu SC/divulgação
Jogadores comemoram gol de Pedro Carmona, para o Papão - Paysandu SC/divulgação



Aos 35’ o lance chave. O atacante Dionathã acertou o braço no rosto do meia Ferrareis e a arbitragem assinalou falta. Um minuto depois, o jogador do Figueirense revidou a agressão e, dessa vez, a arbitragem viu e expulsou o atleta. André Luis, que havia entrado cinco minutos antes, peitou o árbitro que também o expulsou.

Aos 46', Dionathã pedalou e foi derrubado por Matheus Sales dentro da área. Pênalti. Ele mesmo cobrou e fez. 2 a 0 e fim de jogo na Curuzu.

Furacão e Papão voltam à Série B na abertura da última rodada do turno, na próxima terça-feira (31). O Furacão vai receber o CRB, dentro do estádio Orlando Scarpelli. Já o Papão encara o Atlético (GO), no estádio Olímpico.

Ficha técnica:

Paysandu: Renan Rocha; Matheus Silva, Diego Ivo, Edimar e Diego; Renato Augusto, Nando Carandina, Pedro Carmona (Willyan) e Thomaz; Claudinho (Dionathã) e Mike (Magno). Técnico: Guilherme Alves.

Figueirense: Denis; Diego Renan (André Luis), Cléberson, Eduardo e Trevisan; Zé Antônio, Matheus Sales, Patrick (Juninho), Renan Mota e Ferrareis; Henan (Maikon Leite). Técnico: Milton Cruz

Gols: Pedro Carmona (5/2ºT), Dionathã (47/2º).

Cartões amarelos: Dionathã (2x) (PAY); Diego Renan, Zé Antônio, Renan Mota (FIG)

Cartões vermelhos: Dionathã (PAY); Ferrareis, André Luis, Alisson (do banco) (FIG)

Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento (AL); Esdras de Lima Albuquerque (AL) e Paulo Jorge Santos de Araújo (AL).

Local: estádio da Curuzu, em Belém (PA); Data: 27/07/18

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade