Publicidade
Quarta-Feira, 19 de Setembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 17º C

Fifa consulta confederações e estuda mudanças nas regras do futsal

Entidade máxima do futebol também é responsável pela modalidade no mundo e quer mexer em quatro pontos; alguns polêmicos

Diogo Maçaneiro, Especial para o Notícias do Dia
Florianópolis
16/02/2018 às 12H17

A Fifa estuda aprovar mudanças importantes no futsal, modalidade regida pela entidade máxima do futebol de campo desde 1989. A principal delas trata da cobrança de laterais e escanteios, que poderão ser feitas com as mãos ou pés, como for da preferência do atleta. Além desta novidade, o órgão pretende mexer em mais quatro pontos da regra. As alterações, no entanto, ainda estão em fase de consulta às confederações nacionais e não têm data para serem confirmadas.

Craque Falcão (à dir) se posicionou contrário às mudanças no futsal - Luciano Bergmaschi/divulgação LNF/ND
Craque Falcão (à dir) se posicionou contrário às mudanças no futsal - Luciano Bergmaschi/divulgação LNF/ND



Sobre os laterais e escanteios, a intensão da Fifa é possibilitar o aumento de gols nos jogos. Outro ponto importante é em relação ao goleiro-linha. A partir das mudanças apenas o time que estiver atrás no placar poderá usar da estratégia.

Falando em goleiros, a reposição de bola feita com as mãos também pode mudar e a bola não poderá mais ser lançada diretamente à quadra de ataque. Ela terá que tocar na própria quadra de defesa antes. Finalmente, as disputas de pênalti em jogos eliminatórios passariam de três para cinco cobranças para cada equipe.
Por meio de nota enviada ao ND pela assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futsal, a entidade diz não ter sido comunicada nem consultada oficialmente pela Fifa sobre mundanças na regra.

Em entrevista ao site da Liga Nacional de Futsal, o ala Falcão, cosiderado o melhor jogador de todos os tempos, criticou as possíveis mudanças. Ele não se opôs apenas ao aumento do número de penalidades. “É difícil marcar com os pés, imagina marcar com as mãos. O futsal já é um esporte que sai muitos gols, acho que temos outras coisas mais importantes para nos preocuparmos. Não mudaria”, afirmou, referindo-se aos laterais e escanteios com as mãos.

Técnico campeão brasileiro em 2017 pelo Joinville, o ex-jogador Vander Iacovino também se posicionou contrário ao lateral e escanteio com as mãos. “Fora da área eu até seria a favor porque você não teria os contatos que teriam dentro da área. Vai deixar na mão da arbitragem essas questões do contato”, explica. Iacovino também foi contrário à utilização do goleiro-linha apenas pelo time que está eprdendo. “Tem que ser para os dois lados”. Por outro lado foi a favor de a bola bater na quadra de defesa antes de chegar no ataque e também em relação às penalidades.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade