Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Faltam 3! Euforia toma conta da Beira-Mar Norte com vitória do Brasil

Da apreensão de um primeiro tempo ruim à alegria de uma vitória segura, multidão acompanhou a partida na manhã dessa segunda (2)

Ian Sell
Florianópolis
02/07/2018 às 15H30

Milhares de pessoas saíram de suas casas e foram até a Avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, na manhã dessa segunda-feira (2), para acompanhar a partida entre Brasil e México válida pela fase de oitavas de final da Copa do Mundo de 2018. Um verdadeiro clima de estádio tomou conta do local, com um telão em local estratégico, as pessoas acompanharam, torceram, vibraram, tocaram buzinas, aplaudiram e em alguns momentos roeram as unhas com o nervosismo de um jogo eliminatório, uma derrota levaria a seleção de volta para a casa.

Torcedores se reuniram na Avenida Beira-Mar Norte, na Capital - Daniel Queiroz/ND
Torcedores se reuniram na Avenida Beira-Mar Norte, na Capital - Daniel Queiroz/ND


A moradora de Florianópolis, Daniele Souza, trouxe o marido Maurício Azevedo e as filhas Maria Clara e Maria do Socorro para acompanharem a festa. Apreensiva, ela apostou em uma partida difícil para a seleção de Tite. "A expectativa é muito grande, aposto em 2 a 1 para o Brasil com gols do Neymar. Gosto muito de acompanhar a partida aqui, é sempre muito animado, divertido, nada melhor do que uma multidão de pessoas para torcerem juntas", afirmou Daniele.

As estudantes Mariana Vaz e Jéssica Moreira também saíram de suas casas para acompanhar a partida da seleção. Eufórica, Mariana pulou em cada lance de ataque do Brasil e levou as mãos a cabeça em cada ataque perigoso do México, principalmente no primeiro tempo. "Jogo equilibrado e nervoso no primeiro tempo, um 0 a 0 é justo até agora, eu acho que vai para os penaltis, mas eu não quero", arriscou a moradora de Florianópolis, ainda no intervalo da partida.

Nem só de torcedores brasileiros foi feita a festa no tradicional ponto da Ilha. O estudante de administração Erwin Ramirez, natural da Cidade do México, está fazendo intercâmbio na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Junto com amigos decidiu ir até a Beira mar para acompanhar a partida. Com a camisa mexicana, cantou o hino, torceu, vibrou e por certos momentos se empolgou com a boa atuação da seleção do México no primeiro tempo. "Ver o jogo aqui é mais emocionante, todos os meus amigos estão aqui. Minha mulher é brasileira e aproveitei para vir com ela", conta o mexicano que virou atração no local, vários torcedores brasileiros o abordavam constantemente para bater fotos.

As figuras "diferentes" também não faltaram na Beira mar. O torcedor Tupynamba Lucus, colocou uma fantasia de urso e veio junto com os amigos acompanhar a partida. Mesmo com o forte sol que fazia no local, o jovem em momento algum saiu do personagem. "Não tem um porque da fantasia, em jogo do Brasil vale tudo, viemos aqui para ver a seleção ganhar, vamos levar o hexa. É um jogo difícil, mais ainda arrisco um placar de 1 a 0 para o Brasil", palpitou.

O apito final do árbitro Gianluca Rocchi, com a vitória por 2x0 da seleção, aumentou ainda mais a festa no local. Amigos, familiares e até desconhecidos se abraçaram. A estudante Valentina Pulice, de 16 anos, foi até o local com amigos, e com uma bandeira do Brasil amarrada na cabeça pulou efusivamente comemorando a vitória da seleção. "Eu vim para apoiar meu time, meu país, graças à Deus deu tudo certo. Eu esperava exatamente isso do time, agora é só felicidade, temos um grande treinador, e que venha Japão ou Bélgica", comemorou a jovem.

Quem passou de carro, moto ou ônibus pela região da Capital deve ter estranhado o pouco fluxo de carros no sentindo Centro. Em locais onde leva-se normalmente 40 minutos no sentido Continente - Centro, levou-se de quinze a vinte minutos, apenas. Pequenos incidentes ocorreram após o término da partida. Segundo informações da PMRv (Polícia Militar Rodoviária SC), uma colisão traseira entre dois carros próximo ao Floripa Shopping na SC 401, no Norte da Ilha, causou pequena lentidão no trânsito após às 14h. No Sul da Ilha problemas de congestionamento foram causados ao final da partida. Quem passou a parte da manhã em casa para acompanhar o jogo, saiu para o trabalho às 14h, o que ocasionou lentidão no trânsito próximo ao trevo do Rio Tavares em direção ao Centro.

A seleção brasileira agora aguarda o confronto entre Bélgica x Japão na tarde dessa segunda-feira, às 15h, para definir seu adversário.

Publicidade

1 Comentário

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade