Publicidade
Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 30º C
  • 20º C

Especialista em aéreos, brasileiro elimina líder da etapa de Saquarema

Yago Dora avançou à quarta fase da etapa, na qual enfrentará os australianos Mick Fanning e Joel Parkinson

Folha de São Paulo
São Paulo
13/05/2017 às 12H54

GUILHERME SETO E ADRIANO VIZONI, ENVIADOS ESPECIAIS

SAQUAREMA, RJ (FOLHAPRESS) - O brasileiro Yago Dora, 20, surpreendeu e eliminou o atual campeão, líder do Mundial de Surfe e querido da torcida local, o havaiano John John Florence, da etapa de Saquarema (100 km do Rio de Janeiro) neste sábado (13). Dora já havia enfrentado Florence na primeira bateria, quando perdeu por diferença de três centésimos. Dora avançou à quarta fase da etapa, na qual enfrentará os australianos Mick Fanning e Joel Parkinson.

 Yago Dora é um dos representantes da nova geração  - (Foto: Divulgação/WSL)
Yago Dora é um dos representantes da nova geração - (Foto: Divulgação/WSL)


Figura conhecida no universo do "freesurf" (o surfe não-competitivo), Dora ainda está no início de sua carreira profissional. Ele não faz parte do grupo de 32 surfistas do Championship Tour e somente disputa a etapa de Saquarema porque conquistou vaga em torneio local de triagem dias antes. Atualmente, Dora disputa o WQS (divisão de acesso à Championship Tour).

"Meu foco para o ano que vem é estar no Circuito, então é muito importante essa etapa aqui. Estava muito apreensivo no início da bateria, queria logo tirar uma boa nota, e caí nas duas primeiras ondas. Mas tentei de novo e deu certo. Aí ganhei confiança", disse Dora.

Em sua vitória, ele escolheu bem as ondas, fez uso inteligente da prioridade (quando o surfista tem a preferência pela onda e o adversário tem que espelhar a escolha dele) e conseguiu alta nota 15,50. Florence, querido da torcida local e bastante assediado antes das provas, ficou com 10,16.

"Foi a bateria mais pesada da minha vida, com certeza. Tinha enfrentado o John John na primeira bateria e perdi. Desta vez acertei as ondas e deu tudo certo.

Especialista em aéreos, Dora acertou um deles após uma "rasgada" (quando o surfista sobe em direção à crista da onda e muda para a direção contrária rapidamente) e alcançou nota 8,33. Pouco depois, com série de rasgadas, conseguiu 7,17. Florence escolheu onda ruim e deixou a prioridade com Dora, que então controlou sua vantagem sem deixar que o havaiano pegasse outra onda que pudesse lhe dar a virada.

Em momento curioso, Dora pediu ao jet-ski que passasse em frente a orla da praia e pediu apoio da torcida com os braços, e foi atendido.

"Foi muito importante para mim. O John John tem muito apoio então eu quis passar ali na frente e dizer: sou brasileiro e também estou aqui. Me deu energia para a bateria", disse Dora, que é filho de Leandro "Grilo" Dora, ex-surfista profissional e atual treinador de Adriano de Souza, o Mineirinho.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade