Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Empate amargo para Sport e Cruzeiro no Brasileirão

Duelo entre Raposa e Leao não teve gols  e afastuo as duasn eqqipes de seus objetivos 

LANCE!
Belo Horzonte

O empate não foi benéfico para nenhuma das duas equipes - (Foto: Rafael Melo/Fotoarena)
O empate não foi benéfico para nenhuma das duas equipes - (Foto: Rafael Melo/Fotoarena)


Com gol mal anulado de Hernán Barcos, aos 29min do primeiro tempo, e um pênalti perdido por Raniel, aos 40min da etapa final, o Cruzeiro não saiu do 0 a 0 com Sport, neste sábado, na Ilha do Retiro, no Recife, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O nono empate na Série A mantém o time em sétimo lugar, com 33 pontos, mas abre espaço para que o Corinthians, oitavo, ganhe a posição. O Timão, que soma 30 pontos e tem o mesmo número de vitórias da Raposa (8), fará clássico diante do Palmeiras neste domingo, às 16h, no Allianz Parque. Já o Sport deu sequência à péssima campanha pós-Copa do Mundo (uma vitória, dois empates e nove derrotas) e continua na zona de rebaixamento, em 17º, com 24 pontos.
Continua depois da publicidade
O técnico Mano Menezes escalou time misto no Cruzeiro por causa da prioridade pelo confronto com o Palmeiras, às 21h45 de quarta-feira, no Allianz Parque, pela semifinal da Copa do Brasil. Foram seis jogadores considerados reservas na equipe: o lateral-direito Ezequiel, o zagueiro Manoel, o volante Bruno Silva, os meias Mancuello e Rafinha e o atacante Barcos.

A postura da equipe alternativa no primeiro tempo foi boa, sobretudo na posse de bola, fundamento no qual chegou a registrar 58% de domínio. E defensivamente, o time soube anular as principais peças do Sport, que tentou apostar, sem sucesso, na velocidade de Andrigo e Rogério para municiar o isolado Hernane.

Os cruzeirenses ficaram na bronca aos 29min do primeiro tempo, quando Bruno Silva cabeceou no travessão após cruzamento de Mancuello e Barcos fez o gol no rebote. Equivocadamente, o assistente de arbitragem número dois, Rogério Pablos Zanardo, assinalou impedimento. O árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo validaria o lance, mas acabou confiando no auxiliar. Imagens do canal Premiere mostraram que um defensor do Sport quase na linha de fundo dava condição ao Pirata.

Certamente, os jogadores do Cruzeiro tomaram conhecimento do erro da arbitragem e, na volta para o segundo tempo, tornaram a reclamar com Vinícius Gonçalves Dias Araújo. Por sua vez, o juiz reconheceu a falha e pediu desculpas aos atletas.

Mano Menezes manteve a formação celeste na etapa complementar. As mexidas ocorreram apenas no segundo terço dos 45 minutos finais, com Raniel no lugar de Robinho. Depois, David e Ederson substituíram, respectivamente, Barcos e Rafinha.

Apesar de ter levado desvantagem na posse de bola no segundo tempo, o Cruzeiro teve inúmeras chances em contra-ataques. Na melhor delas, aos 39min, Raniel foi à linha de fundo e passou rasteiro para David, que acabou derrubado na grande área. Pênalti. Na cobrança, Raniel bateu baixo, no canto direito, e Magrão defendeu. O goleiro do Sport ainda salvou o Leão aos 43min, após tentativa de cruzamento de David.

Agora, o Cruzeiro se concentra exclusivamente no jogo contra o Palmeiras. O objetivo é alcançar ao menos um empate em São Paulo para decidir no duelo de volta, dia 26 (quarta-feira), no Mineirão. Pela frente, a equipe ainda terá o Boca, dia 19 (quarta-feira), às 21h45, na Bombonera, pelo confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Ou seja, a tendência é que no próximo compromisso pelo Brasileiro, diante do Atlético, às 16h de domingo, no Mineirão, Mano Menezes opte novamente por uma formação alternativa.

SPORT 0X0 CRUZEIRO

SPORT
Magrão; Ernando (Raul Prata, no intervalo), Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão, Neto Moura (Jair, no intervalo), Andrigo (Mateus, aos 27min do 2ºT) e Marlone; Rogério e Hernane
Técnico: Eduardo Baptista

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Manoel, Leo e Egídio; Bruno Silva e Lucas Silva; Robinho (Raniel, aos 16min do 2ºT), Mancuello e Rafinha (Ederson, aos 33min do 2ºT); Barcos (David, aos 23min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

Cartões amarelos: Neto Moura, aos 28min do 1ºT. Jair, aos 14min, Ronaldo Alves, aos 36min do 2ºT (SPT); Robinho, aos 40min do 1ºT (CRU)

Motivo: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro

Estádio: Ilha do Retiro, no Recife-PE

Data: sábado, 8 de setembro de 2018

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (CBF/SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (CBF/SP) e Rogério Pablos Zanardo (CBF/SP)

Assistentes adicionais: Nielson Nogueira Dias (CBF/PE) e Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF/RN)

Público: 9.525

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade