Publicidade
Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 27º C
  • 20º C

Dupla da base se adapta ao jogo e é alento na fraca estreia do São Paulo

A mudança na movimentação de Pedro Augusto e Paulo Henrique fez o time melhorar e se tornou um dos poucos pontos positivos na derrota por 2 a 0 para o São Bento, em Sorocaba

LANCE!
São Paulo (SP)

A fraca atuação do São Paulo em sua estreia no Campeonato Paulista, principalmente no primeiro tempo, quase não indica contribuições imediatas a Dorival Júnior. Mas a dupla Paulo Henrique e Pedro Augusto, ambos com 20 anos, mostrou uma adaptação ao jogo que fez o time viver seu melhor momento na derrota por 2 a 0 para o São Bento, nessa quarta-feira, em Sorocaba.

Para explicar como eles conseguiram dar um pouco de vida ao Tricolor em uma noite pouquíssimo inspirada da equipe, é necessário citar o que ambos fizeram (ou deixaram de fazer) no primeiro tempo. Dorival Júnior apostou em um trio no meio-campo com os dois e Araruna, e o que se viu foram os três muito afastados do ataque. Erros de passes demais e nada das infiltrações e jogo profundo que o técnico tanto trabalhou.

Na volta do intervalo, pareceu que retornaram outros dois jogadores no lugar da promissa dupla vinda de Cotia. Pedro Augusto, talvez pela diminuição do nervosismo, deixou de ficar apenas na cabeça de área e passou a aparecer até na meia-lua adversária, virando opção de passes e auxiliando na manutenção do time no ataque. Ainda finalizou com perigo, aproveitando jogada de Maicosuel, aos 12 minutos do segundo tempo.

Paulo Henrique foi ainda mais útil. Chamou a responsabilidade de distribuir o jogo e tornar mais úteis o posicionamento e a velocidade de Maicosuel e Júnior Tavares pelas pontas. Claramente mais tranquilo e à vontade em campo, o meia mostrou habilidade para aproveitar uma sobra na entrada da área, limpar rapidamente a marcação e chutar bem perto do gol, aos 20 minutos.

Os dois, com uma forte amizade construída em Cotia e já exposta nos primeiros dias de treino no CT da Barra Funda, fizeram nessa quarta-feira apenas seu primeiro jogo no time principal, e como titulares em uma formação completamente desentrosada. Mas, se o São Paulo criou alguma coisa nos primeiros 20 minutos do segundo tempo, foi pela adaptação deles ao que a partida pedia.

Quando o São Bento fez o primeiro gol, aos 23 minutos do segundo tempo, tanto Paulo Henrique quanto Pedro Augusto não conseguiram mais encaixar seu jogo e o que se viu foi o São Paulo tentando encurralar o adversário praticamente na marra. Por isso, ainda pode ficar a dúvida se o bom momento deles foi apenas um lampejo. Mas está claro que há potencial na dupla para mudar uma partida com base na inteligência e disposição tática.

Veja como era o posicionamento de Pedro Augusto e Paulo Henrique no primeiro tempo:

Perceba a mudança dos dois durante os 20 primeiros minutos do segundo tempo, no melhor momento do time no jogo:

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade