Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Descrição do tempo
  • 28º C
  • 21º C

Cruzeiro quer repetir a eliminação de 2017 do Palmeiras para buscar o hexa

A Raposa passou pelo Verdão nas quartas de final do ano passado e seguiu rumo ao título

LANCE!
Belo Horizonte

Os Palestras já realizaram grandes duelos no mata-mata nacional - Gustavo Rabelo / Photo Press
Os Palestras já realizaram grandes duelos no mata-mata nacional - Gustavo Rabelo / Photo Press



Nesta quarta-feira, quando entrarem em campo para o 93º confronto da história, Cruzeiro e Palmeiras estarão decidindo os primeiros 90 minutos da disputa que leva à final da Copa do Brasil 2018. O jogo acontecerá no Allianz Parque, em São Paulo, às 21h45. A segunda partida está marcada para o dia 26 de setembro, no Mineirão.

A Raposa tenta repetir um resultado que levou ao título da Copa do Brasil em 2017: eliminar o Palmeiras da competição. A equipe comandada por Mano Menezes foi a São Paulo e conseguiu um empate por 3 a 3 no jogo de ida. Na volta, outro empate, agora por 1 a 1 no Mineirão, com o time mineiro avançando às semifinais.

Mano ainda não sabe se contará com Dedé, na Seleção, Romero e Arrascaeta, ambos retornando de lesão. A Raposa tenta chegar à sua oitava final de Copa do Brasil, vencendo em cinco oportunidades, com dois vices, um deles, inclusive, para o Verdão, em 1998.

Histórico favorável
Nos 92 duelos entre os Palestras, o de Minas Gerais leva a melhor com 34 vitórias contra 31 do rival paulista e 27 empates. O Cruzeiro marcou 133 gols e sofreu 137.

Pela Copa do Brasil, foram oito disputas, quatro delas pelas finais de 1996 e 1998. Na primeira delas, vitória celeste e na segunda, triunfo do Palmeiras. Em 2015, o time paulista levou a melhor nas oitavas de final do torneio. Já em 2017, pelas quartas de final, a Raposa se classificou com dois empates para mais tarde se tornar pentacampeã da disputa.

No estado de São Paulo foram disputados 46 jogos na capital e apenas dois deles no interior, na cidade de Araraquara, no estádio da Fonte Luminosa, com um empate e uma vitória do Palmeiras. No total, foram 11 vitórias do esquadrão celeste, contra 22 do rival e 14 empates. O Cruzeiro marcou 64 gols e sofreu 92.

Inaugurado em 2014, o Allianz Parque já recebeu quatro partidas entre as equipes, com uma vitória para o time da casa e três empates. Contabilizando com o antigo estádio, houve 30 clássicos palestrinos no local, com nove triunfos da Raposa, seis empates e 15 derrotas. Foram 43 gols marcados pela artilharia celeste contra 61 sofridos.

Na última partida entre as equipes, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro desse ano, no Mineirão, o Cruzeiro venceu por 1 a 0, gol marcado pelo atacante Rafael Sóbis, aos 26 minutos do segundo tempo.

Os principais artilheiros da Raposa no confronto com o time paulista:

10 gols – Marcelo Ramos
8 gols – Fábio Júnior
5 gols – Tostão
4 gols – Alex Alves
3 gols – Alisson e Geovanni

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade