Publicidade
Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018
Descrição do tempo
  • 31º C
  • 22º C

Copa Brasil de Vela começa nessa terça, em Florianópolis, com grandes nomes na raia

Além de Robert Scheidt, presença de Torben Grael na raia de Jurerê é uma das atrações da competição

Redação ND
Florianópolis
19/11/2018 às 21H42

Com ídolos olímpicos, campeões mundiais e medalhistas em Jogos Pan-Americanos na raia, a VI Copa Brasil de Vela começa nesta terça-feira (20), em Florianópolis. As primeiras regatas estão previstas para começar às 12h, na sede Oceânica Jurerê do Iate Clube de Santa Catarina. O principal campeonato de classes olímpicas do país tem uma importância redobrada este ano. Vale como seletiva para a formação da Equipe Brasileira de Vela no ano pré-olímpico e também é evento classificatório para os Jogos Pan-Americanos Lima 2019 em seis categorias.

Torben Grael é o coordenador técnico da equipe brasileira de Vela - Saulo Cruz/Exemplus/COB/ND
Torben Grael é o coordenador técnico da equipe brasileira de Vela - Saulo Cruz/Exemplus/COB/ND


"A Copa Brasil sempre seleciona a equipe do próximo ano, então é o campeonato mais importante de vela olímpica no país. São todas as classes juntas, o que dá mais volume para o evento. E este ano é uma seletiva para o pan, que é uma competição de grande importância. Os Jogos Pan-Americanos dão experiência para quem quer participar de Jogos Olímpicos, mesmo considerando que nem todas as classes pan-americanas são olímpicas, porque é um evento com vários esportes e nações", afirma Torben Grael, coordenador técnico da Equipe Brasileira de Vela, que está em Florianópolis para acompanhar as regatas de perto.

Na raia, estarão alguns dos principais velejadores do país, entre eles Robert Scheidt (classe Laser Standard), dono de cinco medalhas olímpicas, duas de ouro; Fernanda Oliveira (470 feminina), bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008; Isabel Swan (Nacra 17), também bronze em Pequim 2008; Jorge Zarif (Finn), campeão mundial na Finn e na classe Star; e Patrícia Freitas (RS:X feminina), bicampeã dos Jogos Pan-Americanos.

Nas classes Fórmula Kitesurfe, Snipe Mista, RS:X Masculina, RS:X Feminina e Laser Standard, a Copa Brasil será o evento que vai definir quais velejadores vão representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 (sujeito a validação posterior pelo Comitê Técnico da Vela). Já na Nacra 17, a competição vale vaga para o país e para os atletas no Pan. A classificação será disputada numa das raias mais tradicionais do litoral brasileiro. “Florianópolis em geral é uma raia de vento bom. Até por isso foi escolhida como sede da seletiva para o Pan, porque a raia dos Jogos de Lima também é de vento forte”, explicou Torben.

O campeonato terá regatas nas seguintes classes: RS:X (Masc e Fem.), Laser Standard, Laser Radial (Fem.), Finn, 470 (Masc e Fem.), 49er, Nacra 17 Foil (Misto), Snipe (Misto), Lightning (Misto), Formula Kitesurf (Open). A disputa vai até o dia 24 de novembro.

Assim como nos últimos anos, paralelamente à Copa Brasil de Vela acontece a Copa Brasil de Vela Jovem, que estará aberta às seguintes classes: RS:X (Masc. e Fem.), Laser Radial (Masc. e Fem.), 420 (Masc. e Fem.), 29er (Masc. e Fem.) e Nacra 15 (Misto). O objetivo é oferecer aos velejadores que estão em fase de iniciação e aperfeiçoamento no esporte a oportunidade de ter um contato próximo com os atletas que estão em campanha pan-americana e olímpica.

Publicidade

0 Comentários

Publicidade

Escolha seu time

  • Chapecoense
  • Criciúma
  • Figueirense
  • JEC
  • Avaí
Publicidade